segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

AMUVI - REGIÃO

Amuvi capacita técnicos para prospectar recursos via Siconv. Vinte e duas prefeituras aderiram ao treinamento que está sendo realizado em Apucarana
Teve início nesta segunda-feira (13 de fevereiro) o treinamento de técnicos dos municípios ligados à Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi), visando operacionalizar o Sistema de Convênios do Governo Federal (Siconv). Servidores de vinte e duas prefeituras começaram a receber orientações sobre o monitoramento e todos os demais trâmites para a prospecção de recursos. O curso está acontecendo em sala do Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB), em Apucarana, com a disponibilização de máquinas e internet.  A proposta havia sido apresentada pelo presidente da Amuvi e prefeito de Apucarana, Beto Preto, recebendo o aval de todos os prefeitos da região. Ele trouxe para a associação o economista Sérgio Pavan Margarido, ex-secretário da fazenda de Maringá e ex-subsecretário de finanças da Prefeitura de Campinas-SP.  Na abertura do curso Beto Preto argumentou que as prefeituras precisam dispor de técnicos treinados para monitorar no Siconv a abertura de editais e seus respectivos prazos de validade, visando apresentar bons projetos e garantir a conquista de recursos. Ele fez questão também da presença de Wilton Onishi, supervisor técnico da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal, em Londrina, por que todas as parcerias com o Governo Federal são feitas com este agente financeiro.  Na sua gestão à frente da Amuvi, o prefeito Beto Preto anuncia que irá levar em conta os indicadores econômicos e sociais da região, que é uma das que mais precisam da ajuda governamental, visando atrair novos empreendimentos e gerar empregos.  Sérgio Pavan Margarido avalia que a Amuvi precisa se organizar e para avançar mais. “Algumas associações de municípios de Santa Catarina, por exemplo, mantêm equipes técnicas de até cinco engenheiros, para a produção de projetos em todas as áreas e com esse trabalho, todos os municípios têm sido contemplados de forma satisfatória com convênios e recursos”, assinalou Margarido.   Para ele, as prefeituras, principalmente as pequenas não podem mais manter um único engenheiro para trabalhar um ou dois dias por semana. “Projetos bem estruturados e agregados a um conjunto de informações tem outro impacto em Brasília”, alerta ele, acrescentando que, quando os editais são abertos no Siconv, o prazo para cadastrar projetos é de apenas dez dias.  Participam do curso técnicos das prefeituras de Apucarana, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Bom Sucesso, Cambira, Faxinal, Gdoy Moreira, Ivaiporã, Jandaia do Sul, Lidianópolis, Lunardelli, Marilãndia do Sul, Marumbi, Novo Itacolomi, Rio Bom, Rosário do Ivaí, São João do Ivaí e são Pedro do Ivaí. Da Amepar, vieram servidores da Prefeitura de Bela Vista do Paraíso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário