segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

POLICIAL - Ariranha, Lidianópolis, Rio Branco e Borrazópolis

Ariranha do Ivaí - moto furtada foi recuperada em Ivaiporã. Lidianópolis - Briga em bar com dois feridos. Rio Branco - briga de irmãos. Borrazópolis - acusação de embriaguez ao volante
ARIRANHA - Uma motocicleta furtada em Ariranha do Ivaí, foi recuperada no domingo, dia 26 de fevereiro, na  Estrada Pindauvinha. Segundo relatos de pessoas que voltavam do Rio,  no local havia uma motocicleta abandonada, foi verificado e encontrado apenas o chassi, sendo de uma Honda CG150 de cor preta placa de Ariranha do Ivaí que havia sido furtada em 16/01/2016 em Ariranha do Ivaí.  LIDIANÓPOLIS - Em Lidianópolis, houve uma briga no dia 26 de fevereiro em um bar no Porto Ubá. Quando a Pm chegou no local, encontrou duas pessoas feridas- Lucas Cunha, de 21 anos e Daiane Cristina Pinto, de 32 anos. A motivação da briga seria apurada. RIO BRANCO - Em Rio Branco do Ivaí, houve uma briga de irmãos na área rural. A Pm divulgou apena que foi no dia 26 de fevereiro,às 17 horas, e que uma moça alegou que seu irmão a agredia. Sua irmã, para  defender, atingiu uma garrafada  no agressor que seria Denilson Aparecido Pereira.  BORRAZÓPOLIS - Na zona rural de Borrazópolis, a Pm  informou que um rapaz foi abordado pela equipe, acusado de embriaguez ao volante. Fato ocorrido na Estrada da Fogueira, no dia 26 de fevereiro, às 16 horas. O autuado foi Kalebe Pereira Medeiros, de 24 anos.  O boletim da Polícia Militar trouxe o seguinte relato: "Recebemos informações que havia um casal em uma motocicleta, ambos sem capacete, onde o condutor trafegava em alta velocidade enquanto a passageira gritava por socorro e dizia que o mesmo estaria armado. Sendo logrado êxito em abordar a  Honda/CG 125 FAN, de cor vermelha, mas seu condutor não acatou, se recusando a ficar em posição de abordagem, sendo necessário o uso de força moderada para contê-lo. Sendo identificado e verificado que não possui habilitação assim como estava em visível estado de embriaguez. Durante o deslocamento até o pátio do DPM, onde foi recolhida a motocicleta, começou a ameaçar e desacatar a equipe, com palavras de baixo calão e com ameaças. O mesmo negava ter ingerido bebida alcoólica, mas o teste aferiu 0,70 MG/l", o caso foi levado para a Delegacia.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário