segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

SÃO JOÃO DO IVAÍ - CONFUSÃO

Após denúncia que um jovem havia atirado na frente de um clube em São João do Ivaí, a Polícia Militar teve muito trabalho para prender o acusado. Outras pessoas foram detidas por desacato 
Imagem ilustrativa
A Polícia Militar teve muito trabalho para conseguir deter um indivíduo e pelo menos dois comparsas que promoveram danos, desobediência, lesão corporal e residência a prisão em São João do Ivaí. A bronca começou a ser registrada às 3 horas da madrugada,  de domingo, dia 26 de fevereiro, quando houve denúncia que na Avenida Curitiba, na frente do  Clube XX de Dezembro, um rapaz utilizando um gol de cor verde, havia disparado três tiros. Foi pedido apoio de Lunardelli e meia hora depois, o Gol foi localizado, mais seu condutor fugiu, sendo seguido pela PM até um  loteamento novo,  local onde havia diversos veículos e diversas pessoas fazendo uso de bebidas alcoólicas. Quando os PMs estavam abordado o acusado, diversos homens que estavam na aglomeração, investiram contra a equipe policial, proferindo xingamentos e ameaças, inclusive o denunciado que dizia as seguintes palavras: "vou matar vocês seus vermes, vou beber seu sangue, seus filhos da puta".   Ele e outros partiram para cima da equipe policial com socos e chutes e um deles tentou retirar o fuzil que estava em poder de um dos PMs.  A situação só foi controlada com a chegada de uma equipe da Rotam, momento em que alguns dos agressores, evadiram-se do local. Mas mesmo com a presença da Rotam, um amigo do rapaz que supostamente atirou na frente do clube,  pegou pedaços de entulho e pedras para tentar agredir os policiais, momento em que foram feitos  dois disparos de munição de borracha para dispersar os agressores. Antes, dois disparos de pistola .40 para o alto, também  havia sido feitos para conter os acusados.  "O denunciado e seu comparsa continuaram não obedecendo a ordem policial, sendo necessário usar da força para conseguir algemar-los, sendo que os policiais foram derrubados por eles, sofrendo, arranhões além de serem acertados com socos e chutes. Um terceiro homem que tentava agredir os policiais, também foi detido. Feito buscas nas imediações, tentando localizar a suposta arma que estaria de posse do denunciado, mas a mesma não foi encontrada. Os detidos quebraram e danificaram o camburão da PM", informou o boletim da Polícia Militar. 

2 comentários:

  1. Pau na máquina, reação e investida contra as equipes policiais e crime. Com direito a tiro de alerta e defesa pessoal. São tão valentes que quando chegou a rotan figuram com os rabinhos entre as pernas. Se a equipe já tivesse usado de força e fogo não teriam tido problemas, porem paia de valores invertidos não ajudam as forças policiais.

    ResponderExcluir
  2. Cambusada de vagabundos,as policias devem ser trankilas de mais pq ce fosse outros teriam metidos fogos na cara desses vermes noiasss...cabe ao delegado agora colocar o ferros neles,e bem colocados...

    ResponderExcluir