domingo, 26 de março de 2017

APUCARANA - Condutor de veículo de Califórnia é preso pela PM

O jovem foi detido acusado de embriaguez ao volante, excesso de velocidade, falsidade ideológica e outros crimes 
Por volta das meia noite e vinte, da madrugada de domingo, dia 26 de março, a Polícia Militar, de Apucarana, prendeu dois jovens, de 19 anos, acusado de vários crimes, entre eles: Embriaguez ao volante, trafegar em velocidade Incompatível gerando perigo de dano, calunia, lesão corporal, falsidade ideológica, resistência, desobediência, não possuir permissão ou CNH, dano e direção perigosa de veiculo ou embarcação. O endereço da ocorrência é Av. Paraná no Jardim Apucarana. Tudo começou quando foi repassado para a PM, que um veículo VW/Gol, de cor branca, placas de Califórnia/Pr, estaria sendo utilizado para o cometimento de crimes de roubo na região do lago Jaboti e que em data de 24 de março de 2017, em uma tentativa de abordagem da polícia militar, o motorista jogou o carro contra a equipe policial, tentando atropelar os policiais. A informação é que este carro estaria, no dia 26 de março, calibrando os pneus no pátio do Posto Matrix II, sendo que o mesmo saiu pela Avenida Paraná e virado na Avenida Munhoz da Rocha, onde começou o acompanhamento tático com diversas viaturas. O motorista fugiu pelas cidades de Cambira, Jandaia do Sul, Mandaguari, retornando para Apucarana e sendo abordado depois de cerca de 1 hora de acompanhamento, na Rua Ouro Verde, no Jardim América, isto após colidir com um poste. Quando os indivíduos desceram, partiram para cima da equipe de serviço com socos e pontapés, sendo necessário o uso da força física para contê-lo. Realizado o exame do etilômetro, foi aferido 0,23 mg/l, caracterizando infração de trânsito. No momento em que a equipe levou os abordados para serem atendidos no UPA, o pai de um dos presos, compareceu no local, e sendo consta no Boletim da PM, começou a discutir com a equipe, causando transtornos para o atendimento da população que estava no local. Foi constatado ainda que o motorista estava mentindo o nome da mãe, sendo descoberto o nome correto durante o atendimento médico. Ambos os detidos foram entregues na Delegacia de Polícia. Os jovens negaram os fatos narrados no boletim e também que sejam suspeitos de qualquer crime. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário