sexta-feira, 24 de março de 2017

REVOLTANTE - Idoso abusou de criança de 4 anos - Mauá da Serra

Um indivíduo,  já de cabelos brancos, foi detido na cidade de Mauá da Serra.  O canalha confessou que abusou de uma garotinha de quatro anos 
Um crime revoltante foi registrado pela Polícia Militar de Mauá da Serra, o qual revela que os canalhas também envelhecem e pode aparecer por ai de cabelos brancos ou grisalhos como se fossem cidadãos de bem. Durante plantão dos soldados: Moreira e Balieiro chegou solicitação informando uma situação de estupro, fato ocorrido na sexta-feira, 24 de março de 2017. Os Policiais, sempre empenhados na defesa da sociedade, foram até o Posto de Saúde, onde a vítima, uma linda menina de 4 anos estava. Logo o médico que fazia o atendimento, Dr. Edinei, informou que houve sangramento e dilatação na genitália da vítima. Afirmou ainda que ao que tudo indica, houve um contato do agressor na região íntima da criança, provocando o ferimento. Ao questionar os pais, eles revelaram que foram em uma casa, que fica ao lado da residência onde moram, deixando a criança sozinha no lar; pouco depois, quando voltaram, depararam com a menina já com manchas de sangue. A garotinha, possivelmente, orientada pelo acusado, disse que havia se machucado com uma vara de pescar, mas pouco depois contou outra versão que causou muita revolta. “Ela disse para mãe, que no momento que ficou sozinha, surgiu um homem de nome Lauri e a convidou para sentar em seu colo. Imediatamente começou a passar a mão em suas partes íntimas, chegando colocar o dedo em sua genitália”, afirmou um familiar que conversou com o repórter Ronaldo Senes, o “Berimbau”. Foi acionado o Conselho Tutelar e em seguida, os Policiais foram até a Rua Seis, na Vila Maria, onde fica localizada a casa do suspeito, o qual foi identificado como sendo Lauri Ribeiro da Silva, um senhor aparentando mais de 55 anos. Ele recebeu voz de prisão, mas não acatou, reagindo contra os PMs, que tiveram que usar a força física para o conter. Lauri, inicialmente negou que tivesse praticado o crime, mas é importante ressaltar que as evidências eram muitos fortes. Já a criança, foi encaminhada para o IML – Instituo Médico Legal, de Apucarana, onde iria passar por novos exames. “No momento em que nossa equipe policial estava lavrando o boletim de ocorrência, o Lauri assumiu autoria do fato contando detalhes que eram idênticos aos que foram relatados pela criança”, informou a Polícia Militar em se Boletim de Ocorrências. Pela Rádio Nova Era, o repórter “Berimbau”, narrou o fato revoltante e disse que monstros, com o que foi preso em Mauá da Serra, deveriam, no mínimo, apodrecer na cadeia, o chamando de lixo em forma de ser humano, e pedindo que justiça seja feita. Várias pessoas comentaram o fato pela rede social do radialista.

Um comentário: