segunda-feira, 24 de abril de 2017

FAXINAL - Após acidente, motorista é acusado de retirar carro do local

                        MAIS DETALHES                   
A colisão envolveu um Vectra com placas de Cruzmaltina e um Corolla de Grandes Rios. O condutor de um dos carros foi acusado de retirar o veículo do local 
Inicialmente noticiamos como um acidente comum, relatando que na noite de domingo, dia 23 de abril, houve colisão na PR 272, entre Faxinal e Cruzmaltina no km 226. Segundo a Polícia Rodoviária do Porto Ubá (Soldado Costa e Sargento Ozeias), a batida, ocorrida às 21 horas, e envolveu um Vectra com placas de Cruzmaltina, em nome de Andreia Darici, mas que havia sido vendido por Bruno Rafael Domingos, de 22 anos, que era o condutor e também o novo proprietário, e ainda um Corolla, de Grandes Rios, motorista Pedro Costa Longa, de 52 anos, que voltava de Curitiba para o Vale do Ivaí. Com o acidente, houve danos materiais, e por sorte, ninguém se feriu gravemente. ACUSAÇÃO - Mais tarde fomos informados que quando a Polícia Rodoviária chegou no local, Bruno Rafael, havia retirado o veículo da rodovia. Segundo a proprietária do carro, a Andreia Darici, pode ser uma tentativa de fugir das responsabilidades. Ao ficar sabendo do ocorrido, Andreia tomou as  medidas cabíveis. Ainda, segundo ela, o motorista do Corolla, também estava decidido a entrar com uma ação para responsabilizar o condutor do Vectra. Todas as informações foram repassadas as autoridades competentes, que vão agir no sentido de apurar tudo o que aconteceu. Como o motorista do Vectra não ficou no local, não foi possível fazer o teste do bafômetro. Andreia Darici, uma servidora pública de Cruzmaltina, esclareceu que ela já havia vendido o veículo Vectra, e que o processo de transferência, ainda não havia sido concluído, mas que ela não tem nada a ver com o fato ocorrido. RESPOSTA - Após as novas informações, tentamos falar com o motorista Bruno, para que ele pudesse dar sua versão, mas não conseguimos contato. Nossa reportagem continua a disposição, caso seja necessário algum esclarecimento por parte do acusado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário