quinta-feira, 11 de maio de 2017

TRÁGICO - Caseiro de sítio pode ter sido morto em confronto com Ladrões

Policiais foram acionados pela esposa do funcionário da propriedade, que já estava morto, vítima de disparos de arma de fogo
MAIS DETALHES  -  Um homem de nome Paulo  Nunes de Souza, de 39 anos, funcionário de um sítio  foi assassinado em uma situação de roubo. Ao que tudo indica, inocente, ele veio a óbito pelas mãos de um ladrão  na  quinta-feira, dia 11 de maio, de 2017, na Estrada do Cruzeiro, região do Bairro Vila Reis. O que foi registrado pela Polícia Militar, é que uma pessoa solicitou a PM, via 190 , dizendo que a esposa de seu caseiro telefonou desesperada e informando que no referido sítio, houve alguns disparos de arma de fogo envolvendo o marido. Quando os Policiais de plantão chegaram no local, durante as buscas, localizaram,  atrás do barracão do sítio, o caseiro  caído e já sem vida. Na mão direita, ele tinha um revólver calibre 38. “Importante salientar que no momento em que foi localizada a vítima, o solicitante, sua esposa, encontrava-se junto com a equipe de serviço da PM. Diante da situação,  foi realizado contato com o SAMU, que deslocou até a propriedade e constatou o óbito da vítima. Informamos 17ª SDP, que enviou um investigador e também o IML de Apucarana para apurar detalhes”, informou o Boletim da Polícia Militar.  Em entrevista ao repórter Rodrigo Almeida, o investigador Roberto disse que uma das hipóteses é que o Paulo ouvir o barulho da ação dos ladrões, e saiu com a arma para confrontar, momento em que levou o tiro. Para confirmar esta versão, a investigação encontro nas proximidades, objetos que não eram do sítio, possivelmente deixado pelos ladrões. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário