terça-feira, 16 de maio de 2017

BORRAZÓPOLIS - Morador pede direito de resposta ao Blog do Berimbau

                   DIRETO DE RESPOSTA          
O jovem conhecido como "Nérin" negou que tenha promovido pertubação de sossego e diz que ação Policial deixou sua casa destruída em Borrazópolis 
    Nossa reportagem noticiou que na cidade de Borrazópolis, houve confusão, com acusação desacato, agressão, desobediência, resistência a prisão e pertubação, tudo registrado em uma mesma ocorrência. Uma pessoa de nome Marlene Batista de Jesus, de 46 anos, e Fernando da Silva, fizeram solicitação, informando que seus vizinhos estavam fazendo um churrasco, e que por volta da uma hora da madrugada, havia muita algazarra e pertubação de sossego, e que o fato já vem acontecendo há alguns dias. Com a chegada da PM, foi constatado que no endereço denunciado, havia pelo menos 15 pessoas. Um rapaz que se identificou como responsável, se recusou a encerrar a festa. Ao ser anunciado que ele e os reclamantes teriam que ser levados para a Delegacia de Faxinal, segundo a PM, diversas pessoas passaram a hostilizar a equipe, até que um dos envolvidos agrediu a Marlene e seu marido, que foram as pessoas que acionaram a Polícia. Leia na íntegra, o que foi relatado pela Polícia Militar: "Os Policias precisaram fazer uso de força progressiva necessária, com emprego de cassetetes e spray de pimenta para defender a própria integridade e das referidas vítimas. Durante o tumulto, o responsável pelo local evadiu-se, entrando em uma mata que existe nas proximidades, porém outras pessoas continuaram a hostilizar a equipe, ameaçando e tentando agredir, sendo um deles, tentou por várias vezes agredir os PMs e solicitantes. Ele ainda gritava que já matou um, não custava matar mais outros, fugindo posteriormente. Que também outros dois indivíduos, continuaram a afrontar a autoridade Policial, sendo que em vários momentos tentaram promover agressões. Com a chegada do reforço de Cruzmaltina, dois dos acusados foram abordados por resistiu a prisão com chutes e socos. Os detidos foram levados para a Delegacia de Faxinal", informou o Boletim da PM. O nome dos detidos e outros detalhes, não foram informados no Boletim da PM. ESCLARECIMENTO - O vizinho citado na reportagem, é o jovem conhecido como "Nérin". Ele enviou as fotos acima, mas antes negou todas as informações que constam no boletim. Afirmou que realmente havia um churrasco e que a vizinha chamou atenção para que desligasse o som. Afirmou também que quando a PM chegou, tudo já estava resolvido. "Eu já tinha falado com a vizinha, que estava encerrando a festa, e quando a PM chegou, estavam alguns rapazes que participavam da festa, do lado de fora da casa. Foi quando ocorreu a briga envolvendo estes jovens com o marido da minha vizinha. Eu estou revoltado, porque foi pedido reforço, entraram na casa, que é da minha mãe, e onde estávamos terminando uma mudança, e tudo foi revirado. Objetos da casa ficaram quebrados e eu quero sabe quem vai pagar. A Pm apreendeu várias facas minhas, que eram relíquias e fazem parte de uma coleção. Todas estavam ensacadas, por causa da mudança, mas não há ilegalidade. Por isso, vou procurar meus direitos, porque não se justifica a invasão da minha casa, a apreensão e o resultado, que foram móveis quebrados e outros danos", disse Nérin. Ele também afirmou que após um atrito que teve com a PM, no passado, tem sido alvo de várias abordagens, o que está causando, a ele, um constrangimento desnecessário.








Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir