terça-feira, 2 de maio de 2017

DELEGADO É TEMA DE DOCUMENTÁRIO

Nossa reportagem teve acesso ao vídeo, que é uma prévia do documentário, feito por Jornalistas franceses, sobre trabalho do delegado de Ivaiporã, Gustavo Dante 

          IVAIPORÃ   No link desta postagem, é possível assistir o vídeo que será exibido na frança.   Conforme reportagem publicada pela repórter Lúcia Lima, que trabalha no Jornal Paraná Centro e atualmente faz assessoria para a prefeitura municipal, o trabalho desenvolvido pelo delegado da 54ª Delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã, Gustavo Dante – além de repercutir no município, bem como no Vale do Ivaí, no Estado e no Brasil, vai ultrapassar as fronteiras internacionais e será exibido na França. Jornalistas franceses compararam o delegado ao personagem  Lucky Luke.  Entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro, de 2016, os jornalistas franceses Paul Cabanis e Sônia Hedidi estiveram em Ivaiporã com o objetivo de gravar um documentário sobre o trabalho desenvolvido pelo delegado da 54ª Delegacia de Polícia Civil, Gustavo Dante. Além de entrevistar o delegado, Paul Cabanis e Sônia Hedidi ouviram depoimentos dos presos, devido à problemática das fugas, e gravaram cenas de abordagens para mostrar como é o trabalho da Polícia Civil em Ivaiporã. Paul Cabanis e Sônia Hedidi residem no Rio de Janeiro e prestam serviço para produtora Babel Press, que irá transmitir o documentário por meio do Canal+.  Os franceses tentaram entrar em contato com o delegado Gustavo Dante, várias vezes, via telefone. Mas o chefe da Polícia Civil de Ivaiporã chegou a cogitar que se tratava de alguma brincadeira por causa do sotaque francês. No entanto, os franceses não desistiram! Após insistir alguns dias, Paul Cabanis e Sônia Hedidi chegaram a 54ª Delegacia de Polícia Civil, na segunda-feira, dia 31 de outubro, sem saber se seriam recebidos ou não. Mas, como é habitual, o delegado Gustavo Dante e respectiva equipe estavam trabalhando internamente – independente da greve da Polícia Civil, que iniciou no dia 17 de outubro, por melhores condições de trabalho, e encerrou no dia 1º de novembro. Ainda conforme reportagem de Lúcia Lima, na  sala do delegado Gustavo Dante, a jornalista Sônia Hedidi explicou que pesquisou sobre o fenômeno das fugas em carceragens e chegou à conclusão que a maioria acontece no Estado do Paraná. “É que as cadeias brasileiras acabam por servir de prisão. Como francesa, acho surpreendente! Trata-se de uma prisão e não de uma delegacia”, partilhou a jornalista.   Recentemente, Sônia Hedidi leu uma declaração dada pelo delegado Gustavo Dante, em entrevista ao Paraná Centro, o que despertou a atenção. “Quando a li a declaração, pesquisei sobre o trabalho desenvolvido por Gustavo Dante, porque ele tem um papel muito importante em Ivaiporã e um discurso informal muito bom. Além disso, tem um grande carisma. Ou seja, ele assume a posição de delegado e também chama a atenção para melhorias na carceragem”, analisou Sônia Hedidi, que fala português com certa dificuldade. Porém, é compreensivo.  “Após conhecer o trabalho do delegado passei a comparar com Lucky Luke”, afirmou Sônia Hedidi, que sugeriu ao Paraná Centro escrever como título da matéria: “Jornalistas franceses produzem documentário sobre Lucky Luke do Paraná".  O personagem Lucky Luke (história em quadrinhos de origem franco-belga) está sempre de bom humor e disposto a ajudar as pessoas de bem, enquanto prende os bandidos que infestam o Velho Oeste. A criação é de Maurice de Bévère – conhecido como Morris.   Brasil x França   -   Questionada sobre a diferença entre o sistema prisional brasileiro e o francês, a jornalista respondeu que está relacionada especialmente à população carcerária. Sônia Hedidi explicou que na França o suspeito de um crime não permanece tanto tempo numa prisão durante a fase do processo. Ou seja, aguardando julgamento.  O Delegado de Ivaiporã, disse que ficou feliz do trabalho da Polícia Civil, de Ivaiporã, ser divulgado na frança.     “Não tenho palavras para agradecer a Paul Cabanis e Sônia Hedidi. Fico feliz por saber que o trabalho da Polícia Civil de Ivaiporã será divulgado na França. Por isso, sinto-me cada vez mais motivado a proporcionar segurança à população”, garantiu o delegado.    (Texto/Fotos Lúcia Lima  publicados  no Paraná Centro) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário