sábado, 27 de maio de 2017

POLÊMICA - Prefeito de Borrazópolis pede paz entre PM e Civil

Adilson Luchetti, o "Didi", disse na reunião da Amuvi que um atrito entre as Policias: Militar e Civil de  Borrazópolis, está prejudicando a comunidade 
VÍDEO - No link de vídeo a esquerda, ouça a fala, na íntegra, feita pelo prefeito na Reunião da Amuvi, de 26 de maio, de 2017, em Rosário do Ivaí 
    Durante a reunião da AMUVI - Associação dos Municípios do Vale do Ivaí, que integra 26 cidades, e que aconteceu em Rosário do Ivaí, no dia 26 de maio, de 2017, um dos temas principais, foi a segurança pública. Durante os debates, o prefeito de Borrazópolis, Adilson Luchetti, o "Didi", pediu a palavra para fazer um desabafo. Ele disse que a comunidade está sendo prejudicada por falta de atendimento na segurança pública. Afirmou ainda que a Polícia Militar faz um bom trabalho, cumprindo sua obrigação, e que também não tem o que reclamar do Delegado, Dr. Antônio Sílvio Cardoso, de Faxinal, que é um dos melhores delegados do Paraná, mas que houve um desentendimento entre as duas forças de segurança, motivo desconhecido,  e que na cidade, utilizam o mesmo prédio para atender a população. Para se ter uma ideia, o cidadão que teve um animal, ou um objeto  furtado na zana rural, por exemplo, vem até a cidade registrar o boletim e não consegue, pois quando ele encontra a Polícia Militar, a orientação é que isso só pode ser feito pela Polícia Civil, como as duas cooperações estão em rota de colisão, os agentes de Faxinal, que atendem no município, dificilmente vão a Borrazópolis, obrigando este agricultor, a alugar ou gastar com a viagem, para ir até Faxinal. O transtorno está fazendo com que muitos desistam de registrar o boletim e prefiram amarar o prejuízo, o que é péssimo e serve de incentivo para os bandidos. Para o prefeito, as duas Policias unidas, em muitos casos, mesmo não sendo atribuição desta ou daquela, o atendimento ocorre da mesma forma, porque o Boletim é Unificado, o que não ocorre em sua cidade. Como na reunião de Rosário do Ivaí, estavam presentes o Coronel Francisco, que comanda o 10º Batalhão de Apucarana, e o Capitão Hélio Boing, sub-comandante da 6ª Companhia Independente de Ivaiporã, "Didi", pediu a intervenção de ambos, na solução do problema.   No link de vídeo, está a fala na íntegra, do prefeito Didi. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário