segunda-feira, 26 de junho de 2017

IVAIPORÃ - FÓRUM DO CREA

Crea promove Fórum de Acessibilidade com palestras no salão nobre da Prefeitura de Ivaiporã

Este ano, o Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) do Paraná planejou a realização de 35 Fóruns de Acessibilidade nas principais cidades do Estado. Em Ivaiporã, foi realizado na terça-feira, dia 20 de junho, no salão nobre da Prefeitura. O objetivo foi difundir as leis e normas que determinam a acessibilidade no país e a definição de ações em conjunto entre os profissionais e órgãos responsáveis da área. Durante os Fóruns de Acessibilidade são fortalecidas parcerias entre o Crea e o poder público quanto ao entendimento e implantação da acessibilidade; e atualizados os profissionais e estudantes de engenharias e agronomia quanto às leis e normas de acessibilidade. Na ocasião, foram convidados a ministrar palestra sobre Acessibilidade, o presidente da Comissão de Acessibilidade do Crea, Sérgio Yamawaki; promotor de Justiça – substituto da Comarca de Ivaiporã, Carlos Eduardo de Souza; diretor do Departamento de Obras da Prefeitura de Ivaiporã, Jackson Martins; e o engenheiro civil Bruno Montoro. Sérgio Yamawaki mencionou legislação, normas e o que deve ser feito para melhorar e facilitar a acessibilidade. “É necessário haver conscientização no momento da execução de um projeto, levando em consideração a quem é destinado e o motivo pelo qual é edificado”, declarou Yamawaki. Por outro lado, o promotor de Justiça, Carlos Souza, abordou acerca das leis que tratam da acessibilidade – passando pela Constituição Federal, incluindo a recente lei de inclusão de pessoas com deficiência, e atuação do Ministério Público que visa fazer com que o poder público e as entidades privadas possam se adequar às leis que determinam a acessibilidade. Obras públicas, tais como revitalização de praças, devem ser adequadas, segundo Carlos Souza. “E, nos casos em que a acessibilidade é violada, o Ministério Público também atua, conscientizando o responsável”. O promotor lembrou que a lei de inclusão das pessoas com deficiência também protege aquele que tem mobilidade reduzida, como os idosos. Acessos - Conforme afirmou Jackson Martins, o Fórum de Acessibilidade é importante pela relevância do tema abordado. “Na maioria das vezes, as pessoas com dificuldade de locomoção são esquecidas. É uma questão de consciência”, afirmou Martins. Em seguida, Bruno Montoro comentou alguns aspectos técnicos sobre acessibilidade, obras em execução e executadas. “A administração municipal preocupa-se com os acessos. Estamos adequando, por exemplo, as escolas especialmente devido aos alunos cadeirantes, entre outros pontos conforme surgem às necessidades”, informou o engenheiro civil. O prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, afirmou que é preciso trabalhar com planejamento e parabenizou o Crea pela preocupação com as acessibilidades. “O município preocupa-se com os acessos, por isso, estamos desenvolvendo o nosso trabalho, que é reconhecido por outros municípios”, afirmou Miguel Amaral. Jeferson Antônio Ubiali, gerente regional do Crea de Apucarana, considera positiva a realização dos Fóruns de Acessibilidade devido ao debate entre órgãos públicos e usuários. (Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã/Lúcia Lima)

Nenhum comentário:

Postar um comentário