segunda-feira, 26 de junho de 2017

POLICIAL - Briga, confusão e tumulto em Bar de Ariranha do Ivaí

         Em Ariranha do Ivaí, ocorreu uma briga, às 21 horas, de domingo, dia 25 de junho, envolvendo várias pessoas,  e que foi registrada pela Polícia Militar. A confusão foi em um Bar, no Distrito de Nova Aliança, na Rua Principal. O difícil é saber quem está com a razão e até mesmo conseguir entender tudo o que aconteceu. Veja na íntegra, o que foi registrado pela Polícia Militar, sobre o fato: "Relatou o solicitante que estava no balcão, trabalhando no referido Bar, quando a pessoa de “Fizinho" foi até o proprietário do estabelecimento para discutir sobre um dinheiro que lhe foi emprestado para jogo, momento quando ambos se desentenderam e o "Fizinho" pulou o balcão. Ainda relata o solicitante, que foi tentar apartar a situação, quando foi agredido com duas mordidas, uma em cada braço. Após uma breve conversa, a situação foi apaziguada, porem o indivíduo novamente tentou agredir o solicitante, momento em que começou uma briga generalizada. O solicitante afirmou que todos foram para fora do Bar, quando o primo do solicitante, tentou retirar o "Fizinho" de dentro do Bar, e foi agredido com socos, ainda informou que após ser agredido, revidou com socos também, porem não visualizou que o pai do "Fizinho". veio por trás e lhe agrediu com uma pedrada e um chute nas costas. A briga generalizada foi contida, porem os autores e alguns que estavam juntos, ficaram em frente ao Bar, ameaçando que estavam armados, e que iriam pegá-los. Foi pedido apoio para Arapuã, mas enquanto o plantão aguardava o apoio, foi até o Destacamento as vítimas e o solicitante, onde ambos estavam feridos. Foi prestado os primeiros socorros pela plantonista do Posto de Saúde, o qual ficou de encaminhar as vítimas para o Hospital", informou o Boletim da PM. O "Fizinho", citado no boletim, nega que tenha sido o pivô da confusão e segundo informações, também iria procurar a Pm para representar contra os demais.  Todos os demais acusados, também negaram tais acusações. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário