sexta-feira, 23 de junho de 2017

POLICIAL – Três pessoas detidas por receptação em Ariranha do Ivaí

A venda de uma motocicleta, furtada em Ivaiporã, resultou em três detidos. O dono de uma oficina de Ariranha do Ivaí e dois moradores da cidade onde ocorreu o furto  
Na quinta-feira, dia 22 de junho, às 11 horas da manhã, três pessoas foram detidas em Ariranha do Ivaí, acusadas de receptação de uma motocicleta furtada em Ivaiporã. A ocorrência começou quando um rapaz de 30 anos, de nome Gilvano, denunciou que em uma empresa de Ariranha do Ivaí, conhecida como “Oficina do Nego”, havia uma motocicleta Honda Pop, de cor vermelha que poderia ser furtada. Ele teve esta desconfiança, após uma pessoa Gilson Ferreira da Silva, tentar vender a moto a ele, por 600 reais, valor bem abaixo do preço de mercado. Ao chegar à referida oficina, foi constatado que a moto estava sem placa, mas pelo chassi, ficou confirmado que ela foi furtada em 29 de maio, de 2017. O responsável pela oficina, disse que três pessoas de Ivaiporã levaram o veículo até o Município de Ariranha e que ele estava apenas intermediando a venda, a pedido de Gilvano, mas que nada tem a ver com o caso. “Nossa equipe conduziu o suposto receptador até a Delegacia, e durante deslocamento para Ivaiporã, o mesmo afirmou que conhecia o local onde morava um dos homens que levaram a moto até ele. Foi realizado patrulhamento no local indicado, Rua Duque de Caxias, no Jardim Luís XV (Ivaiporã), e logrado êxito em abordar 02 suspeitos, sendo um adolescente de 16 anos, e um rapaz de 19 anos, popularmente chamado de "Gordinho", já o terceiro, não foi encontrado. A Polícia Civil, de Ivaiporã, recebeu os presos e vai investigar o caso para apurar o envolvimento de cada um. Todos os detidos negaram a prática de crimes. (Em breve mais detalhes). CONFUSÃO - Ainda em Ariranha do Ivaí, no dia 22 de junho, às 18 horas, uma mulher denunciou o ex-marido, que foi detido na Rua Castro Alves, no Bairro Alecrim. Ela alega que tem uma medida protetiva contra o homem, mas que mesmo assim ele foi até sua casa questiona-la sobre um celular e ambos discutiram. Mais tarde, ela foi o conhecido "Bar do Paulo" e novamente brigou com o ex-marido, chegando a haver troca de ameaças e até cadeirada. Denunciado, o homem foi detido para as devida providências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário