sábado, 5 de agosto de 2017

APUCARANA - Presos após instalar "chupa-cabras" no Banco Itaú

          A Polícia Militar de Apucarana, prendeu dois homens acusados de instalar equipamentos, conhecidos, no meio policial, como "chupa-cabras", em caixas eletrônicos de duas agências do Banco Itaú. Segundo o Décimo Batalhão, as prisões ocorreram na manhã deste sábado, dia 05 de agosto. O sistema de monitoramento da empresa, com sede em São Paulo, percebeu algo estranho e acionou as forças de segurança. Em pelo menos sete caixas, os equipamentos foram encontrados. Os presos são: Antônio Maciel Soares Cavalcante, um jovem de 28 anos, que reside no Maranhão, e Adeílton Carneiro, 35 anos, morador do Ceará, os quais vieram para Apucarana trabalhar como pedreiros, e que tiveram a "cara de pau" de informar que está difícil conseguir serviço, por isso, a decisão de furtar. Os objetos apreendidos, em Apucarana, são utilizados para resgatar envelopes de depósitos bancários realizados por clientes e ficam conectados ao caixa eletrônico. Existe também uma modalidade que modifica o espaço indicado para inserir o cartão bancário. Ela copia as informações, possibilitando a clonagem. No boletim de ocorrências, a Pm informou que, após receber as denúncias, localizou os acusados. O primeiro tinha um dispositivo pronto para instalar e tratava-se de um material artesanal de chapa comprida de metal com uma fita dupla face na ponta e na outra extremidade, uma saliência que "pesca" os envelopes depositados. No bolso da jaqueta havia um segundo dispositivo pronto. Na mochila do outro rapaz, também foi apreendido um destes equipamentos, como também havia mais um dispositivo plástico de cor preta para retenção de cédula no saque do caixa eletrônico, um alicate ponta fina, uma tesoura com ponta, um rolo de fita dupla face e uma chave de fenda. (Foto de Rodrigo Almeida - Sistema Pinga Fogo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário