quinta-feira, 31 de agosto de 2017

BRUTALIDADE - Acusado de esquartejar corpos em Apucarana é preso

                  URGENTE - PRISÃO              
César Henrique dos Santos Ferrari, foi preso em Sarandi apontado como autor de dois brutais assassinatos em Apucarana 


          Depois de um competente trabalho de investigação, coordenado pelo Delegado Dr. José Aparecido Jacovós, foi preso, em Sarandi, nesta quinta-feira, dia 31 de agosto, o acusado de cometer um dos crimes mais brutais já praticados na cidade de Apucarana e Vale do Ivaí. Trata-se de César Henrique dos Santos Ferrari, de 24 anos, que é apontado como o autor do assassinato de duas pessoas: Arislian Glenda Lemos, de 24 anos, e Valdecir Amarildo Gonçalves, de 52 anos, que estavam desaparecidos, e os corpos foram encontrados, esquartejados dentro de um poço desativado na conhecida "Chácara da Eletrosul" (Exames ainda estão sendo feitos para identificar oficialmente os corpos). César foi localizado na Rua Kiozo Andó, no Parque São Pedro, em Sarandi. Em seguida, trazido para Apucarana, onde responderá pelo duplo homicídio. "Agimos rapidamente prendendo no dia, o rapaz da carriola que ajudou no crime; dez dias depois o Rogerinho que ajudou a sepultar os corpos e agora o autor do crime. Um traficante covarde que agora vai responder pelo crime que cometeu", disse o Dr. Jacavós. DIA DO CRIME - Arislian Glenda Lemos, de 24 anos, e Valdecir Amarildo Gonçalves, de 52 anos, encontradas esquartejadas dentro de um poço em Apucarana, ambos eram usuários de droga e estavam desaparecidos.  Conforme noticiamos, uma situação macabra começou a ser divulgada na madrugada de 02 de agosto, na cidade de Apucarana, no Parque Bela Vista, saída para Arapongas, Rua João Matiuzzi. Segundo informações apuradas pelo Blog do Berimbau e repassadas pelo Delegado Dr. José Aparecido Jacovós, chegou uma denúncia informando que duas pessoas haviam sido assassinadas e que os corpos tinham sido jogados dentro de uma fossa nos fundos do Parque Bela Vista, mais precisamente, em uma plantação de café existente numa chácara. A denúncia também apontava que os corpos foram desenterrados de um cafezal para serem queimados na fossa, utilizando-se pneus, o que provavelmente tinha o objetivo de destruir todo e qualquer vestígio, mas com a chegada da Polícia, os criminosos foram surpreendidos. No local foram encontrados cobertores, pneus e percebidas pessoas correndo. Com auxílio do Corpo de Bombeiros, ainda de madrugada, foi constatado que dentro do buraco, havia sacos plásticos e os corpos amontoados. Mais tarde foram retirados os cadáveres de um homem e de uma mulher que estavam esquartejados. Em seguida, após novas buscas, o restante dos corpos foram encontrados. Na região, foi detido um homem de nome Marcos Rafael Bota, de 23 anos, com uma carriola, suspeito de estar envolvido com a tentativa de ocultação dos corpos. Clique aqui para rever. PRISÕES - Oito dias dias depois do crime, em 10 de agosto, Jacovós, levou ao local do crime, um jovem de nome Rogério de Souza Ernardino, 30 anos. Ele revelou uma cova, onde a moça foi enterrada e depois retirada para ser queimada, mas com a chegada da Polícia, o corpo foi jogado dentro da fossa e os criminosos fugiram. Uma primeira cova, já havia sido encontrada. Já no dia 14 de agosto, menos de 15 dias do crime, o Delegado apresentou, oficialmente a imprensa, os dois acusados: Marcos Rafael Bota e Rogério de Souza Ernardino, 30 anos - clique aqui para rever. Come eles, a Polícia Civil ainda divulgou a identidade do acusado de ser o autor do duplo homicídio, que é Cesar Henrique dos Santos Ferrari, 24 anos, preso em 31 de agosto, em Sarandi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário