terça-feira, 15 de agosto de 2017

MARUMBI - Prefeito Adhemar paga metade do décimo e faz desabafo

POLÊMICA - O Prefeito Adhemar Rejani, de Marumbi, anunciou o pagamento de metade do 13º  salário. Ele ainda fez um desabafo contra o que ele chamou de  inverdades que tem sido ditas sobre seu governo  
No link de vídeo, ouça a entrevista na íntegra, concedida ao "Berimbau" na Rádio Nova Era e saiba mais detalhes
        O Prefeito Adhemar Rejani, de Marumbi, esteve nos estúdios da Rádio Nova Era, no dia 15 de agosto, de 2017, para conceder entrevista ao repórter Ronaldo Alves Senes, o "Berimbau".  Inicialmente ele agradeceu o seu vice-prefeito Luiz Carlos, os vereadores e toda a sua equipe, que o tem apoiado, desde o início do mandato,  para que o município possa resgatar sua credibilidade e se desenvolver.  Rejani começou fazendo um desabafo, e disse que foram divulgadas informações mentirosas a seu respeito, uma delas, é que o município teria recebido verba para recape asfáltico e não teria feito o serviço, quando na verdade,  isso não ocorreu e os trabalhos, realizados até o presente momento, foram com recursos próprios. Outra inverdade, foi a notícia que um Fiscal da prefeitura estaria utilizando uma caminhoneta de luxo, modelo Hilux, para coordenar os trabalhos de limpeza pública. "A caminhoneta é 2008, foi recebida pela gestão anterior, doada pela receita federal, e já tentamos vende-la por 45 mil e não conseguimos. Então não existe veículo de luxo sendo usando por secretários como disseram", desabafou Rejani. Sobre a festa do município, afirmou que ficou triste em não realizar, assim como a população,  mas precisa agir com responsabilidade, e no momento, não tinha dinheiro porque herdou dívidas de mais de 4 milhões de reais, como, por exemplo, uma dívida com a COPEL,  que o município precisa pagar, para corrigir erros do passado.  "Opositores  afirmaram que Marumbi nunca ficou sem festa de aniversário, mas Marumbi também nunca herdou uma dívida milionária que é impagável. Veja que  sobra por mês, do que arrecadamos, cerca de 30 mil reais para realizarmos as obras emergências, o que significa que o município ficará anos e mais anos para pagar a conta da irresponsabilidade", disse o prefeito. OBRAS E CONQUISTAS -  A maior parte da entrevista, foi para falar sobre notícias positivas do seu governo, como por exemplo, o pagamento de metade do 13º Salário, que a prefeitura programou para entrar na conta do servidor, neste dia 16 de agosto. A ideia é beneficiar as pessoas que trabalham no Paço Municipal, mas também fomentar o comércio  local neste momento de crise. O município também está fechando convênios com o Governo do Estado e Governo Federal, e a ideia é realizar várias obras, programas e ações, como a construção de novas moradias, cuja inscrição será ainda neste mês de agosto.  Asfálto, conserto de estradas rurais, construção de uma Praça, veículo para a saúde, esporte, educação, enfim,  mesmo com a crise, a austeridade, franqueza e responsabilidade, estão possibilitando que o município volte ser administrado dentro da normalidade.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário