sexta-feira, 25 de agosto de 2017

POLICIAL – Denúncia de aborto na cidade de Marilândia

Adolescente passou mal em uma Unidade de Saúde de Marilândia do Sul. Ela contou que foi obrigada, pelo namorado, a tomar medicamento abortivo
 Na cidade de Marilândia do Sul, às 10 horas da manhã, de quinta-feira, dia 24 de agosto, na Av Dos Missionários, em uma Unidade de Saúde, a PM foi acionada, com uma denúncia contra uma adolescente de 15 anos. Por solicitação do médico, o Dr. Luiz Henrique, os Policiais foram informados que havia dado entrada, para atendimento, a menor que tinha um quadro de hemorragia. Ela afirmou que estava grávida e que seu namorado, identificado como sendo a pessoa de C. H. C., a instigou e ainda a obrigou, mediante ameaça com uma arma, para que ela tomasse remédio abortivo. Durante à noite, após a ingestão do produto, passou mal tendo sangramento. Foram tomadas todas as providências e também foi acionado o Conselho Tutelar e delegacia para as providencias. Segundo informações, o acusado nega que tenha incentivado a moça a cometer qualquer ato. A princípio, a jovem perdeu a criança,  consumando o aborto.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário