quinta-feira, 3 de agosto de 2017

POLICIAL - Em Novo Itacolomi a Polícia Militar autuou um motorista

Polícia Militar informou que, ao tentar fugir, o condutor teria fechado a viatura na Rodovia do Milho
        Em Novo Itacolomi,  por volta da  01h30min da madrugada de 03 de agosto, quinta-feira, um homem de nome Edson Rodrigues dos Santos,  foi acusado de resistência, dirigir sem CNH, direção perigosa, inclusive de tentar jogar a viatura para fora da Rodovia no momento em que empreendeu fuga, e outras infrações. A ocorrência começou no Distrito de Sete de Maio, Cambira, quando a viatura deparou com um Peugeot 206, de cor cinza, placas “DGE-6594”, de Curitiba - PR, cujo condutor, ao notar a viatura, acelerou deslocando-se sentido à cidade de Novo Itacolomi pela PR-170. Alcançado o carro, foi dada voz de abordagem através de sinais sonoros e luminosos, momento em que o motorista aumentou a velocidade, não acatando as ordens de parada, realizando manobras para fechar a viatura, tentando por diversas e reiteradas vezes tirar a referida viatura para fora do percurso. Após entrar na cidade de Novo Itacolomi, a abordagem foi possível, mas o motorista teria resistido, sendo contido e algemado. Todas as informações relatadas, constam no Boletim da Polícia Militar, divulgado pelo Décimo Batalhão, que também apurou outras irregularidades: "A equipe do Destacamento checou os documentos pessoais e constatou que Edson não era habilitado, que havia pendências administrativas no Peugeot e que o motorista estava com sintomas de embriaguez, algo que ficou comprovado com o teste do bafômetro que aferiu 0,22 mg/l. Também foram encontrados dois blocos de motor Volkswagen, duas baterias de motocicleta, uma bateria de caminhão, uma bateria de automóvel, dois radiadores, um escapamento de carro, um macaco do tipo “jacaré”, um aparelho de cd-player e um outro mp3-player, ambos automotivos, uma lixadeira profissional e diversas ferramentas e  produtos, que estavam no veículo e que Edson não soube explicar a procedência", informou a Pm.  Edson, por meio de sua defesa, negou as acusações. 

Um comentário:

  1. Tranqueira, alcoolizado, sem habilitação, com produtos de origem duvidosa, se dizendo inocente?
    Conversa pra boi dormir.

    ResponderExcluir