sexta-feira, 4 de agosto de 2017

URGENTE - Após reunião em Ivaiporã, Racha na Amuvi é inevitável

Conforme, havia sido divulgado em primeira mão pelo Blog do Berimbau, prefeitos reunidos em Ivaiporã, decidiram criar uma nova associação de municípios


ENTREVISTAS - No link de vídeo, ouça a fala de Miguel Amaral, concluindo o encontro e também a fala do Dep Artagão Junior, Dep Traiano e  outros prefeitos 
    A AMUVI - Associação dos Municípios do Vale do Ivaí, vai sofrer uma perda importante, mais de 10 dos seus prefeitos, devem deixar a entidade para formar uma nova associação com base em Ivaiporã. Atualmente são 26 prefeitos na AMUVI, mas após a eleição de Beto Preto, prefeito de Apucarana, como presidente, começou um movimento propondo um suposto racha, principalmente aqueles que apostavam na vitória de Fábio Hidek de São João do Ivaí. O prefeito Miguel Amaral, de Ivaiporã, amenizou a polêmica dizendo que não é uma divisão e nem um racha, e sim o nascimento de uma nova organização de prefeitos, que vai fortalecer ainda mais a região. Ele propôs que a cada 90 dias, as reuniões sejam entre as três associações: AMUVI, AMOCENTRO e a nova associação. "Desta forma, acredito eu que podemos reunir, a cada 90 dias, sessenta prefeitos e realizar grandes eventos", disse Miguel Amaral, em entrevista a Sérgio Oliveira, da Rádio Nova Era. Além dos prefeitos da AMUVI também ha possibilidade da vinda de prefeitos do centro do Paraná, como Nova Tebas e Manoel Ribas.  POLÊMICA -  A declaração mais polêmica, foi do prefeito Ylson Cantagallo, de Faxinal, que não amenizou o tom e afirmou que estava descontente com a AMUVI, que em 8 meses do novo mandato e fez apenas três reuniões. Citou também o episódio da eleição de Beto Preto, que só ocorreu porque  houve uma traição e o acusou  de legislar em causa própria. As declarações foram direcionadas a Junior Femac, vice-prefeito de Apucarana, que estava presente.  PRESENÇAS - O encontro também contou com a presença do Deputado e Secretário de Estado Artagão Junior,  que estava presente, disse que qualquer que fosse a decisão dos prefeitos, ele apoiaria e que vai continuar trazendo obras para os municípios, como por exemplo o Hospital Regional de Ivaiporã, de 33 milhões de reais.  Ademar Traiano, deputado estadual e presidente das Assembleia; Valdir Rossoni, que comanda a Casa Civil do Governador Beto Richa e o deputado Alexandre Curi, também marcaram presença. Segundo informações,  cerca de 15 prefeitos marcaram presença ou mandaram representantes, entre eles: Lunardelli; Lidianópolis, Borrazópolis, Ariranha, Arapuã, Ivaiporã, Nova Tebas, Manoel Ribas, Jardim Alegre, Cruzmaltina, Mauá da Serra, São João do Ivaí, Faxinal, Bom Sucesso, Cândido de Abreu e Godoy Moreira. No link de vídeo, ouça mais detalhes e a fala de outros prefeitos e deputados, sobre o que acham da nova associação.   (Fotos de Lucia Lima, assessora de imprensa da Prefeitura Municipal)

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Isso nao passa de síndrome de bebê chorão que nao sabe perder. Parecem moleques discutindo Pq perderam uma pelada, fala sério, tudo joguinho político, espero que a população fique atenta pois há começaram a aparecer os cachorros loucos de períodos eleitorais, devemos negar voto a safafos que vivem de política, não devemos reeleger ninguém mais, Pq para ele somos todos palhaços, e que eles decidem sobre nossos futuros desfrutando de regalias que não deveriam existir. Olhem nossas rodovias de Mauá a Ivaiporã um lixo e perigosa bem a cara destes que nos rodeiam, fiquem atentos Pq descarados pedindo voto para

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Safados teremos aos montes em nossas portas e círculos de amizade.

      Excluir