sábado, 2 de setembro de 2017

AGRICULTURA - Assentamento Egídio Brunetto, de Rio Branco do Ivaí

Assentados continuam realizando cursos e no dia 1º de Setembro, de 2017, comemorou  dez anos de luta e resistência 
Dez anos de Luta
     O Assentamento Egídio Brunetto, no município de Rio Branco do Ivaí, tem sido um exemplo de reforma agrária que deu certo e tem gerado emprego, renda e outros benefícios para o município, além de fomentar o agronegócio local, com a prática da atividade rural. No início deste mês de setembro, de 2017, recebemos imagens do curso de olericultura, com cinco dias de treinamento e 40 horas de duração, na responsabilidade do agrônomo Sílvio, do SENAR: Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Em nota, os assentados agradeceram o prefeito Gerôncio Carneiro Rosa, que através da Secretaria Municipal de Agricultura, tem disponibilizado cursos, além do suporte que o secretário da agricultura Darci Cereja, presta aos agricultores, para que possam realizar as capacitações. Vale ressaltar que a olericultura, é a área da horticultura que abrange a exploração de hortaliças e que engloba culturas folhosas, raízes, bulbos, tubérculos, frutos diversos e partes comestíveis de plantas. A olericultura é normalmente de ciclo curto e com tratos culturais intensivos, diferente de horticultura. 10 ANOS DE LUTO - Outra momento especial do assentamento Egídio Brunetto, é que no dia 1º de Setembro, de 2017, os produtores comemoraram os 10 anos de luta e resistência no local. Tudo começou com uma ocupação, que no futuro transformaria uma Fazenda, com áreas improdutivas,  em um grande celeiro de produção, revelando  importância da reforma agrária no Brasil.  Clique aqui para ver matéria especial que fizemos na data de inauguração.   (Colaborou com esta reportagem, o Elvis Zavacki) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário