sábado, 23 de setembro de 2017

TRAGÉDIA - Quatro mulheres morreram entre Londrina e Tamarana


Acidente foi registrado na Rodovia PR -445. Matou quatro pessoas. No link de vídeo, imagens exclusivas do local 
         Um acidente violento provocou quatro mortes entre Tamarana e Londrina, região de Guaravera. A batida foi na tarde de sexta-feira, dia 22 de setembro. Um colaborador do Blog do Berimbau, de nome Ivênio, que reside em Grandes Rios, passou pelo local e enviou vídeos e fotos. Mais tarde, o Portal Bonde, de Londrina, divulgou detalhes informando que imprudência foi a causa. Informou também que um motoqueiro foi o causador do acidente envolvendo um caminhão, um carro e uma caminhonete, que deixou quatro mulheres mortas.  O motorista do caminhão, Daniel Aparecido Aguiar, de 23 anos, teve ferimentos leves e foi encaminhado a um hospital em Londrina. As informações são da perícia do Instituto de Criminalística de Londrina. De acordo com a perícia, três mulheres morreram na hora e outra morreu dentro de helicóptero do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) quando era encaminhada ao hospital. Segundo a perícia, as quatro eram de Cambé e seguiam sentido Curitiba. Conforme a Polícia Civil, elas foram identificadas como Elizete Gomes da Silva, 46, Giselda Gomes da Silva, 51, Clair Faustina Santos Soares, 56, e, Rossana Regina Freire de Figueiredo, 58. Rossana chegou a ser resgatada pelo helicóptero do Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de chegar ao hospital. Segundo a perícia, um motoqueiro foi o causador de toda a tragédia. "Segundo o motorista da caminhonete, uma moto seguia no mesmo sentido (sentido Curitiba) que o veículo Volkswagen Fox com as quatro mulheres. A motocicleta ultrapassou o Fox e invadiu a pista contrária (sentido Londrina), o caminhão, para desviar da moto, pisou no freio e acabou indo para a outra pista. Neste momento, acabou colidindo frontalmente com o Fox. E a caminhonete que estava atrás do Fox também tentou frear, mas acabou batendo na traseira do carro." O motorista da caminhonete, Jean Carlos de Paula, estava com seu neto de 10 anos. Os dois não tiveram ferimentos. Além desses veículos, havia também uma van, que seguia para Londrina, na mesma pista e em frente ao caminhão. "A van também freou para não bater no motoqueiro que realizou uma ultrapassagem proibida e o caminhão freou para não bater na van. Após o acidente, a moto e a van não estavam mais no local." Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML). De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), apenas um sentido da pista estava liberado até as 19h15. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário