quinta-feira, 5 de outubro de 2017

APUCARANA - Mulher que vendia notas falsas foi detida em Apucarana

            A Polícia Civil de Apucarana, segundo os delegados da 17ª Subdivisão Policial (SDP), Marcos Felipe da Rocha Rodrigues (adjunto) e José Aparecido Jacovós (chefe), prendeu uma suposta contadora que tinha uma fábrica de notas fiscais frias. A Polícia suspeita que a falsaria trabalhava principalmente para empresas que fabricam bonés e roupas piratas em Apucarana. Essas empresas precisam transportar esses produtos com notas laranjas. A falsaria confirmou aos policiais, que vendia as notas fiscais. Os crimes são de uso documentos falsos, falsidade ideológica entre outros. Foi cumprido busca na residência da falsaria e apreendido farto material. Segundo o Jornal Tribuna do Norte, a Polícia divulgou parte de uma gravação feita por telefone entre um informante e a suspeita de falsificar as notas fiscais. Confira a transcrição:
INFORMANTE: Deixa eu falar, eu preciso mandar umas mercadorias para Americana São Paulo, você consegue arrumar um papelzinho pra mim manda?
ACUSADA: Você vai mandar hoje?
INFORMANTE: Não não, não é hoje não, é final de semana.
ACUSADA: Tranquilo, a gente arruma sim.
INFORMANTE: E quanto cê tá cobrando?
ACUSADA: O documento 4.
INFORMANTE: 4? 4?
ACUSADA: É 5, mas reconhecido 4. ( trecho não compreensível da conversa)
INFORMANTE: Reconhecido firma é 4, entendi, ai já vem autenticado?
ACUSADA: Ah não, é tudo certinho, a nota fiscal é tudo correto.
INFORMANTE: Já é eletrônica né?
ACUSADA: É eletrônica.
INFORMANTE: Então o CNPJ é quente? tudo certinho então?
ACUSADA: É tudo certo, ai você passa pra mim os dados.

A gravação será usada também como prova, e a Polícia vai continuar investigando esse caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário