quinta-feira, 19 de outubro de 2017

BORRAZÓPOLIS - Enfermeiras acusadas de furto ganham retratação

               RETRATAÇÃO PÚBLICA                   
Duas enfermeiras que foram acusadas de furto, em Borrazópolis, conseguiram na Justiça uma retratação por parte de pessoa que fez a acusação 
No dia 18 de outubro, de 2017, às 09:55 horas, pela Rádio Nova Era, o repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", fez a leitura de um documento, que também era uma determinação judicial, assinado pela Juíza Maria Ângela Carobrez Franzini, e pelas partes envolvidas.  Nele (O documento), uma moradora de Borrazópolis, aceitou fazer uma retratação pública na emissora e também no Blog do Berimbau, como condição para arquivamento de um processo de danos marais.  O motivo é que no dia  23 de setembro, em Borrazópolis, duas enfermeiras de 31 anos, e de 55 anos, acionaram a Polícia Militar para comparecer no Hospital. A primeira, de 31 anos, contou que é técnica de enfermagem e que foi realizar um atendimento domiciliar na Rua Independência, e quando estava no meio da prestação de serviço, foi solicitada para atender uma outra situação mais grave. Mas tarde, quando voltou no primeiro endereço, a filha da senhora que era atendida, não a deixou entrar dizendo que a enfermeira tinha pego dinheiro de sua carteira, sendo a quantia de R$ 800,00 (oitocentos reais). A acusadora também foi ao hospital fazer as mesmas insinuações e alegou que não era a primeira vez, porque em data anterior , uma outra enfermeira, de 55 anos, também havia furtado  R$600,00 (seiscentos reais).  RETRATAÇÃO  -  Em sua retratação, a acusador disse que tudo não passou de um mal entendido. Veja a retratação na íntegra: "Eu, senhora D. S. L., venho perante a sociedade retratar do fato ocorrido em minha residência, a qual acusei  as senhoras enfermeiras (de 31 e 55 anos)  de terem furtado R$800 reais, de minha residência.  Neste momento, quero dizer que tudo não passou de um mal entendido e que jamais as profissionais de saúde furtaram qualquer valor em minha casa. Por tanto, autorizo a ser publicado na Rádio Nova Era e no Blog do Berimbau, afirmando que não irei acusa-las mais de terem furtado qualquer valor", diz a nota. As enfermeiras lamentaram o ocorrido e disseram que tal acusação causou uma séria de transtornos em suas vidas, por isso, elas  não desejam para ninguém e esperam que não ocorra nunca mais. Também afirmaram que sempre pautaram pela ética, profissionalismo e dedicação, fato que fica evidente, pois nunca foram alvos de qualquer tipo de reclamação ou acusações tão graves, como a  sofrida neste caso. 

Um comentário:

  1. ai no dia anterior a enfermeira de 55 anos supostamente furtou 600 reais e ela não falou nada? depois aceitou outra enfermeira que supostamente levou mais 800 reais, ta cheia da grana a acusadora...kkkk

    ResponderExcluir