domingo, 15 de outubro de 2017

FAXINAL - Moça suspeita tenta fugir e provoca acidente com viatura

A ocorrência começou com a denúncia de elementos  suspeitos na região da Ótica Minerva. Ao fazer busca, uma jovem tentou fugir de moto, mas foi detida    
     A Polícia Militar deteve uma jovem de 20 anos, moradora de Faxinal, de nome Danielle Camila Pereira, a qual já é conhecida no meio policial e foi acusada, no dia sábado, dia 14 de outubro, de direção perigosa, desobediência e dano ao patrimônio público. A ocorrência começou quando chegou denúncia informando que na na frente a Ótica Minerva, na Rua Ismael Pinto Siqueira, havia uma motocicleta preta estacionada e dois indivíduos em atitude suspeita, os quais ficavam observando a porta de entrada e chegaram perguntar se naquele local comercializavam relógios da marca Cássio. Em seguida foram para as proximidade de uma Loja de Celulares, ao lado, que já foi alvo de roubo. Eles demonstravam nervosismo e perguntaram sobre bateria de celular, mas saíram sem nada roubar e sem nada comprar. Com imagens das câmeras de segurança, a PM  identificou a placa da moto e começou a fazer diligências, até encontrar o veículo sendo conduzido pela Danielle. Foi dada ordem de parada, mas ele não obedeceu, então começou uma acompanhamento tático a acusada, que passou por várias vias ultrapassando pela faixa continua em alta velocidade, e cruzou diversas preferenciais sem os devidos cuidados, colocando a própria vida em risco e de terceiros. Na Rua 31 de Março, em uma casa de esquina, ela freou bruscamente, fazendo com que a viatura batesse na traseira da moto, provocando danos. A moça não tinha CNH, e durante revista, seu celular tocou. "No outro lado da linha, um elemento masculino disse: “onde você está? Eu vi os homens correndo atrás de você. Eu estou aqui no Mocó, vem aqui e traz a moto”. Descobrimos que ele falava na Rua Dominicanos Nº 2. Quando lá chegamos, fomos informados que duas pessoas saíram pelos fundos e correram. Dentro do imóvel havia: 08 maços de cigarro da marca Eight, um caderno vermelho com uma folha destacada com anotações sobre o tráfico de drogas e um colchão", informou a Pm. Já na Delegacia, Danielle disse que iria desbloquear o celular, porem quando pegou o aparelho na mão, lançou o mesmo contra o chão, vindo danificá-lo. Todas as informações foram repassadas a Polícia Civil, que iria apurar as suspeitas e mais detalhes sobre o moça detida e os rapazes que fugiram.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário