domingo, 1 de outubro de 2017

LIDIANÓPOLIS - Crime ambiental por meio de pesca predatória

Soldados do Pelotão Ambiental de Apucarana, flagraram pesca predatória no  Salto Fervedouro, Rio Ivaí em Lidianópolis 
      O mês de outubro, de 2017, dia 01, começou com uma flagrante de crime ambiental em Lidianópolis, em mais um bom trabalho dos Soldados Assis e Lioti. Os Policias Militares Ambientais faziam patrulhamento quando chegou a denúncia anônima informando que pessoas estavam praticando pesca predatória no Rio Ivaí, na região do Salto Fervedouro e durante a madrugada. Ao checar as informações, foi encontrado um acampamento com quatro pessoas, as quais relataram não saber da presença de pescadores e que não haviam percebido ninguém armando redes. Em ato continuo, os soldados localizaram, a cerca de 30 metros do referido acampamento, ocultados em meio a uma moita de capim, aproximadamente 600 metros de redes de malhas diversas (16, 14, 12 e 8), em sacos de nylon, além de uma tarrafa malha "4” com dois metros de altura; e 2,5 quilos de peixes nativos diversos em uma sacola plástica. Os acampados negaram veementemente não serem os proprietários, não sabendo de quem seriam os tais materiais. Apesar das evidências que as pessoas eram as proprietárias dos materiais, mas diante da falta de materialidade para configuração do flagrante de crime de pesca predatória praticada, todas foram relacionadas e advertidas no presente Boletim de Ocorrência, sendo o material citado apreendidos e encaminhados ao depósito do 3º Pelotão de Apucarana. Como os peixes não estavam devidamente preservados e impróprios para o consumo, os mesmos foram destruídos

Nenhum comentário:

Postar um comentário