quinta-feira, 12 de outubro de 2017

POLÊMICA - População continua protestando em Rosário do Ivaí

Pela terceira sessão consecutiva moradores foram a Câmara Municipal de Vereadores protestar contra comissão processante 
Manifestantes usam as
 redes sociais para convidar o povo
 
    No dia 11 de outubro, quarta-feira, mesmo sendo uma véspera de feriado, a Câmara Municipal de vereadores ficou lotada de manifestantes. São moradores, lideranças, servidores, enfim, pessoas da comunidade de Rosário do Ivaí, que não aceitam a abertura de Comissão Processante (CP) com a finalidade de investigar a contratação irregular de funcionários em desvio de função. Para os defensores do prefeito Ilton Shiguemi Kuroda, do PSC, tudo não passa de uma retaliação porque o chefe do poder executivo decidiu bater de frente com a política antiga daqueles que querem exercer o mandato pensando apenas em benefícios particulares e não no povo. "O Kuroda é um prefeito de coragem, sincero e honesto, qualidades que hoje estão ficando rara na política. Ele não aceita vereadores que ficam legislando em benefício próprio e coloca cada um no seu devido lugar. Por isso, estamos aqui para evitar que esses vereadores formalizem um golpe baixo e sujo", disse um agricultor que participou das três últimas sessões. Clique AQUI para rever matéria da primeira sessão marca por protestos. Dos nove vereadores, três deles não aceitam a instalação da comissão: Anizio Cesar Lino Silva, do PDT; Jesus Lopes Ferraz, do PSC e Jandre Marcos de Souza, do PSD. Para eles, desvio de função é algo que sempre aconteceu em Rosário do Ivaí, mas como não tinham outro motivo, encontramos este álibi para arrancar um mandado que foi concedido pelo povo. Na sessão do dia 11 de outubro, algumas pessoas, como nas demais, ficaram exaltadas, e o presidente da casa, Osmiranou Siqueira, o "Lustroso", do PT, precisou interromper os trabalhos e ameaçar o uso de força policial para manter a ordem. Como aconteceu na primeira sessão, o prefeito marcou presença e ficou frente a frente com os vereadores, mas novamente a presidência não aceitou que ele setasse a mesa como sempre acontece quando uma autoridade se faz presente, fato que gerou muitas vaias, palavras de ordem e gritos como: "Kuroda"  e é  "Golpe". O presidente disse que a Comissão Processante está na comissão sorteada no dia 13 de setembro, de 2017,  e que as sessões não estão tratando do tema. Clique AQUI para rever matéria da formação da comissão. Nas próximas reuniões, os maradores prometem marcar presença novamente. ESTAMOS DE OLHO

Nenhum comentário:

Postar um comentário