quarta-feira, 25 de outubro de 2017

PREFEITOS - NOVA ASSOCIAÇÃO

Reunidos em Ivaiporã, nove prefeitos do Vale do Ivaí decidiram deixar a AMUVI  e formar a nova associação que nascerá com o nome de Central dos Municípios   
        Após uma reunião realizada em Ivaiporã, conduzida por Miguel Amaral, do PSDB, prefeitos decidiram pela fundação da Associação Central dos Municípios, que é vista pela AMUVI - Associação dos Municípios do Vale do Ivaí, como um racha da entidade que agrega, atualmente, 26 cidades.  No encontro, ficou informalmente decidido que nove prefeitos vão migrar para a Central, entre eles:  Luciana Camargo Bueno, de Cruzmaltina; Fábio Hidek, de São João do Ivaí; Adauto Mandu, de Lidianópolis; Reinaldo Grola de Lunardelli; Deodato Mathias, de Arapuã, José Roberto Furlan, de Jardim Alegre; José Gonçalves, de Godoy Moreira;  e Augusto Cicatto, de Ariranha do Ivaí, além do município sede que será Ivaiporã.   Como o prefeito Amaral já vinha defendendo, alguns municípios da AMOCENTRO,  também farão parte da nova entidade, entre eles: Junior Reis, de Cândido de Abreu; Bete Camilo, de Manoel Ribas e Clodoaldo, de Nova Tebas. Cogitava-se que cidades como Borrazópolis, Bom Sucesso e Faxinal, também iriam compor a Central dos Municípios, mas houve um recuo dos prefeitos e que vão continuar na AMUVI; um exemplo é  Raimundo Severiano (Bom Sucesso), que foi o anfitrião de uma reunião em seu município, para tentar evitar a divisão. Ylson Catagallo, de Faxinal,  era favorável, mas também repensou e disse que o momento é de união.  "A Central dos Municípios não vai enfraquecer a região, vai fortalecer, porque estamos trazendo para Ivaiporã mais três municípios que faziam parte da Amocentro, e estamos propondo que a cada 90 dias, as três entidades (Amuvi; Amocentro e Central) façam reuniões conjuntas para lutar pela realização de sua pautas", disse Miguel Amaral.   ELEIÇÃO - Ficou acordado que no dia 1º de Novembro, de 2017, haverá a primeira eleição para eleger a Diretora da Nova Associação. O evento será em Ivaiporã. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário