domingo, 12 de novembro de 2017

FAXINAL - Assalto, violência doméstica e o caso de uma pessoa baleada

A vítima de assalto disse que guardava o carro na garagem quando teve o celular roubado.  Ainda duas mulheres foram agredidas e um jovem foi baleado na orelha 
ASSALTO  Na noite de sábado, dia 11 de novembro, próximo do início da madrugada de domingo, 12, ocorreu um assalto em Faxinal. O endereço foi divulgado apenas como centro. A equipe da PM disse que foi acionada por um cidadão, relatando que uma moto se aproximou do portão de sua residência, enquanto guardava o seu veículo na garagem, sendo que o condutor exigiu que entregasse o celular ou daria um tiro, fazendo menção de estar armado. O cidadão não visualizou arma de fogo, somente que o autor ameaçava tirar algo da blusa. Também não foi visualizada cor ou placa da motocicleta. Buscas foram feitas, mas ninguém foi preso. AGRESSÃO - Ainda em Faxinal, houve duas violências domésticas e uma pessoa que recebeu o tiro de raspão. Dos casos agressão familiar, o primeiro foi na madrugada de domingo, no centro, quando uma Mulher, 38 anos, relatou que estava consumindo bebida alcoólica com seu convivente, em um bar próximo a sua residência. Ao se retirarem do estabelecimento, para irem embora, tiveram um discussão e ao chegar a casa ele começou a agredir com socos e chutes; depois fugiu. Outra vias de fato, ocorreu também na madrugada, por volta das 4 horas, tendo como solicitante a Daniele Farias de Luz, de 24 anos. Ela relatou que estava com seu amásio em um baile. Ao chegar na residência, o autor, com sintomas de embriaguez, começou agredir o irmão da vítima que estava cuidado das crianças do casal. Ela tentou impedir a agressão, porém começou a ser agredida com chutes, momento que correu e foi alcançada na calçada, momento em que sofreu novas agressões e foi socorrida por populares. O acusado não foi encontrado, mas teria negado os fatos por telefone. BALEADO - E Por fim, o caso de uma pessoa baleada, às 3 horas da madrugada de domingo, dia 12 de novembro, na Rua Pastor Luiz Santiago. Consta como solicitante, o Alison Henrique de Farias Bueno, 18 anos, o qual foi ferido na orelha. O mesmo afirmou que o autor, uma pessoa conhecida, chegou a residência pedindo a arma de fogo, após pega-la, saiu na direção da vítima com uma moto Titan preta e a começou chamar de bandida, além de apontar a arma em sua direção e efetuar o disparo. Buscas foram feitas, mas o agressor fugiu. A história não está bem esclarecida, mas foram apenas estes dados divulgados pela PM. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário