segunda-feira, 20 de novembro de 2017

FAXINAL - Jovem encontrado morto, vítima de enforcamento

A vítima é o conhecido "Pintinho", que em 2012 foi acusado de matar o popular "Carlinhos Minhoca" no Conjunto J. K 
O investigador Fernando Serpa, da Delegacia de Polícia de Faxinal, confirmou, além da Polícia Militar, ao repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", que um homem de nome Adriano Medeiros dos Santos, que era conhecido como "Pintinho", foi encontrado morto na casa em que morava na Rua Santos Dumont, numeral 953 no centro da cidade no início desta noite de 20 de novembro, segunda-feira. Ele vivia com a avó, mas em um cômodo separado e era conhecido no meio policial como sendo usuário de crack e também acusado de cometer um homicídio em maio de 2012. O rapaz foi encontrado enforcado e encostado no batente de uma porta que dava acesso ao local. A principal hipótese é que ele cometeu ato extremo. HOMICÍDIO - Em 2012, no dia 18 de maio, o Blog do Berimbau, já noticiava que um homem tinha sido executado com tiros na cabeça no Conjunto JK. A Polícia não tinha dúvidas de que a morte havia sido um acerto de contas,  pois a vítima era Carlos da Silva Machado, o “Carlinhos Minhoca”,  na época com 41 anos, morador de Mauá da Serra e que já morou em Apucarana. Ele era acusado de ser um dos maiores traficantes da região, inclusive com passagens pela Polícia. Naquele dia, populares informaram que “Carlinhos Minhoca” havia acabado de chagar da cidade de Mauá e estava na frente da residência de um suposto amigo, local  que também funciona como uma oficina improvisada. Logo surgiu uma motocicleta Twister com um indivíduo que desceu disposto a praticar o crime. A vítima ainda tentou correr, mais foi alcançada, quase que nos fundos, que fica na Rua Silvio Bastiane e recebeu vários tiros na cabeça e ainda uma perfuração no abdômen. O autor viria a ser identificado, mais tarde, como sendo o Adriano Medeiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário