terça-feira, 7 de novembro de 2017

POLÊMICA - Prefeito Miguel Amaral comentou críticas de Carlos Gil

O Prefeito Miguel Amaral disse que recebeu com naturalidade uma observação feita pelo ex-prefeito Carlos Gil em sua rede social, mas que isso deveria ocorrer no gabinete 
          No quadro "Fala Ivaiporã", apresentado na Rádio Nova Era e Blog do Berimbau, pelo prefeito Miguel Amaral, ele comentou sobre uma crítica feita pelo ex-prefeito Carlos Gil nas redes sociais. Nela, o ex-chefe do poder executivo afirma que depois de 4 anos sem aparecer na lista de alerta do Tribunal de Contas do Paraná, a Prefeitura de Ivaiporã volta a ser cobrada por excesso de gastos com o funcionalismo, e que o fato se deve ao aumento dos cargos de livre nomeação do Prefeito. Miguel disse que aceita a crítica com naturalidade, mas que ela poderia ter sido feita direta no gabinete. Afirmou também que tem governado com transparência, economia de gastos e que está com a consciência tranquila. "O Gil vai se posicionar, não só agora, mas também em outras oportunidades. Respeito a opinião dele, mas sou obrigado a discordar. Temos observado o índice de contratação do Tribunal de Contas e estamos com apenas 36 novas constatações, e só poderemos chegar a 60,  até o fim do mandato, enquanto o Gil, em 4 anos, contratou 260 seguindo o crescimento do município. Ele teve mais folga, trabalhou bem o aumento dos impostos, mas não quero polemizar estas questões complexas, principalmente em redes sociais. Vamos nos atentar mais as sugestões e governar sempre para todos", disse Miguel Amaral. Ouça mais no link de vídeo. FESTA DO MUNICÍPIO - O Prefeito também fez um esclarecimento sobre o porque não haverá festa para comemorar o aniversário do município. Além das declarações feitas ao repórter Berimbau, esclarecendo o fato, ele divulgou uma nota com a seguinte redação: "A Prefeitura de Ivaiporã informa que o show com a dupla Guilherme & Santiago, que aconteceria no dia 18 de novembro de 2017, e a festa que estava sendo terceirizada para o aniversário de 56 anos do município, que seria realizada nos dias 17, 18 e 19 de novembro de 2017, foram canceladas. O motivo é que a proposta para as empresas seria aberta, por força de lei, somente no dia 16 de novembro. Portanto, quase às vésperas do evento. O fato foi argumentado por várias empresas que gostariam de participar e entendem que o tempo seria curto demais para se preparar. Tal iniciativa só se deu de última hora, porque a Prefeitura não iria realizar o evento, mas uma empresa promotora de eventos fez uma proposta de terceirizar a festa. Como a Prefeitura necessita de abrir a mesma proposta para todas empresas do ramo terem a oportunidade, por meio de edital e de cumprimento de prazos, ficou para o dia 16 de novembro a abertura do Chamamento Público, portanto, muito próxima à data para que todos os interessados pudessem concorrer. Em virtude disso, e das dificuldades financeiras que assolam as empresas e o país, decidimos cancelar a Chamada Pública e não mais realizar a festa este ano", diz a nota.  CENTRAL DOS MUNICÍPIOS - O prefeito parabenizou Fabio Hidek, de São João do Ivaí, por ter sido eleito o presidente da nova associação de prefeitos (Central dos Municípios), e que Ivaiporã será a sede da entidade que nasceu com 12 cidades.  OBRAS - Sobre as obras, Miguel Amaral, disse que 2017, está sendo de muita luta para assegurar mais de 110 milhões de reais, recursos que serão transformados em obras nos próximos quatro  anos. Na conta entra os mais de 30 milhões do Hospital Regional, cuja limpeza do terreno já começou e 46 milhões da Sanepar em rede esgoto. Também estão sendo assegurados:  campo sintético; estrada do Ouro Verde de 6 quilômetros  com calçamento, investimento que chegará a 6 milhões;  Avenida Maranhão com mais  1 milhão e 200 mil; asfalto Jardim Luiz XV;  tubulação do acesso secundário e outras benfeitorias.   Para ouvir a matéria completa, acesso o link de vídeo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário