quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

POLÊMICA - A RENÚNCIA DO TIRIRICA

Tiririca se despede: “Estou decepcionado com a política”. Veja o discurso completo do humorista que não será mais candidato 
VÍDEO - Veja o vídeo com comentário do Berimbau e a fala do Tiririca 
Uma frase foi quase que eternizada pelo humorista que dizia: "Vote no Tiririca, pior do que tá na fica", mas parece castigo, após "Tiririca" ser eleito, o Brasil viveu uma fase de revelações, escândalos de corrupção e, podemos dizer, o maior esquema de desvio de dinheiro que já se teve notícia, que foi e está sendo revelado pela "Lava Jato". O dia 06 de dezembro, de 2017, foi considerado histórico, data em que "Tiririca" subiu a tribuna pela primeira vez, desde que foi eleito no primeiro mandato, para dizer que estava renunciando, não ao mandato, mas a vida pública. Segundo o portal "Carta Capital", o deputado federal Tiririca (PR-SP) anunciou sua despedida do Congresso. No plenário, chegou a anunciar o abandono da vida pública, indicando a renúncia, mas depois afirmou que cumprirá seu mandato até o fim e não vai se candidatar à reeleição. Alegando estar "com vergonha", se disse decepcionado com os colegas e com a política brasileira e pediu que os outros parlamentares "olhem pelo País". Tiririca está em seu segundo mandato. Em 2010, foi o mais votado em São Paulo, com 1,35 milhão de votos. Em 2014, teve 1,01 milhão de votos e ficou em segundo lugar, atrás de Celso Russomanno (PRB-SP). A renúncia de Tiririca se dá dias depois de ele conceder uma entrevista ao Conexão Repórter, do SBT, na qual disse ter recebido propostas de propina em troca de voto. Nesta quarta, ele indicou que não vai denunciar os agora ex-colegas. "Eu jamais vou falar mal de vocês em qualquer canto que eu chegar e não vou falar tudo o que eu vi, tudo o que eu vivi aqui, mas eu seria hipócrita se saísse daqui e não falasse realmente que estou decepcionado com a politica brasileira, decepcionado com muitos de vocês", afirmou. "Eu ando de cabeça erguida porque não fiz nada de errado, mas acho que muitos dos senhores não têm essa coragem".

Nenhum comentário:

Postar um comentário