terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

ASSALTO A CARRO FORTE

Três pessoas morreram,  entre eles um vereador,  no ataque a carros-fortes na região de Ponta Grossa. Bandidos foram presos 

O Portal G1, também divulgou informações sobre o ataque que provocou mortes e deixou feridos. Segundo o Portal, três pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas em uma tentativa de assalto a cinco carros-fortes da Proforte na BR-376, na Ponte do Rio Tibagi, próximo à Colônia Witmarsum, em Palmeira, nos Campos Gerais do Paraná. As informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Alguns suspeitos do assalto foram presos; e a rodovia ficou bloqueada nos dois sentidos, com 15 quilômetros de filas em ambos os lados. A ação começou por volta das 8h50, na pista sentido interior, quando os assaltantes atravessaram um caminhão bitrem na rodovia. Durante a tentativa de roubo, houve uma intensa troca de tiros entre os integrantes da quadrilha e os vigilantes do comboio. Um dos criminosos foi preso com uma pistola calibre 9 milímetros, conforme a PRF. Os ladrões não conseguiram roubar nada dos carros-fortes. Três pessoas morreram e ao menos quatro ficaram feridas, segundo a PM. As vítimas são o caminhoneiro Vilson Pereira, de 41 anos, e o vereador de Barra do Jacaré, cidade localizada ao norte do estado, Elton de Alexandre de Aguiar Matta (PV). Um suspeito também morreu. A Prefeitura de Barra do Jacaré decretou luto oficial de sete dias pela morte de Matta. Hospitais de Ponta Grossa, também nos Campos Gerais, disseram ter recebido pessoas com ferimentos leves ou que passaram mal durante o ocorrido. Dois suspeitos foram presos, até o momento. A ação criminosa contou com a participação de aproximadamente 10 pessoas, de acordo com o Batalhão de Operações Especiais (Bope). Clique aqui para ver matéria sobre a morte de dois suspeitos. 





Um comentário:

  1. Mentira da CCR... Só começaram a informar do bloqueio dpois de 20km de congestinamento. Varios motoristas rexlamaram sobre não sermos informados que a estrada não poderia ser liberada

    ResponderExcluir