quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

PARANÁ INSEGURO - DESCASO

Na região Vale do Ivaí e Central do Paraná,  "Delegado" virou figura rara; cadeias superlotadas; Militar com efetivo reduzido e o Governador continua arrotando que temos um "Paraná Seguro"

BERIMBALADAS - Dizem que quando um mentiroso repete muito algo, aquela mentira parece ser verdade... pois bem, é mais ou menos isso que tem ocorrido com o Governador Beto Richa. Quando nossa reportagem (Blog do Berimbau) o questiona sobre segurança pública, ele começa a repetir as mesmas "balelas" do seu primeiro governo: "Somos o Governador que mais contratou policiais militares; todas as delegacias com comarca terão delegados; viaturas novas; é a polícia nas ruas. Mas na região interior, não é bem isso que a população tem vivenciado. Tem comarcas em várias cidades que não contam com a presença do Delegado. Na região central, podemos citar  Reserva, Tibagi e Manoel Ribas. Em Reserva, por exemplo,  quem atente é a Delegada, Dra. Ana Carolina Hass, de Cândido de Abreu, sendo ela colocada em uma condição sub-humana, pois somente Cândido, já tem serviço para mais um Delegado. No Vale do Ivaí, não é diferente. Final de semana, por exemplo, fica apenas um Delegado de Plantão, para cuidar de quase 20 cidades. E a falta de viaturas e estrutura? e as cadeias?, parecem um lixo, é o que acontece em Ivaiporã: "Essa cadeia de Ivaiporã é algo desumano, tenho conhecimento e vou resolver"... esta frase, está gravada e foi proferida pelo senhor Beto Richa em 2016, em entrevista ao repórter "Berimbau". Até hoje, dia 07 de fevereiro, de 2018, nada aconteceu. Isso sem falar na Polícia Militar; os pobres soldados e demais membros da corporação, são obrigados a trabalhar sozinhos em alguns cidades como: Rio Branco do Ivaí, Lidianópolis, Cruzmaltina e outras. Em Lunardelli, há alguns meses, nem efetivo existia. Pouca vergonha, por isso, afirmo: "Parana Seguro, só se for para a família do Governador"... Recentemente foi lida uma carta da Assembleia Legislativa, em que o Delegado de Ortigueira pedia socorro, e por ai vai.. Pior é o cidadão que votou nestes políticos, e ainda vai para redes sociais e critica a Polícia pedindo que ela mostre serviço, sem saber que eles, os policiais, também são vítimas de um estelionato eleitoral de quem prometeu e iludiu.. MAIS RECLAMAÇÃO - Veja essa nota da associação:  O Paraná não está seguro”. Assim define a Associação dos Delegados de Polícia do Paraná (Adepol-PR), que lançou, uma campanha cobrando do governo do Estado a nomeação de 150 delegados, que esperam desde quando passaram no último concurso, em abril de 2013. O edital expira em abril do ano que vem.  Na tentativa de chamar atenção e fazer com que o governador Beto Richa tome alguma atitude, pelo menos cinco outdoors devem ser colocados em Curitiba e outros três no litoral do Paraná. Todos trazem a pergunta: “Governador, cadê o delegado?”.  Conforme a Adepol, atualmente, 270 cidades do Estado estão sem delegados. Em algumas dessas cidades, como em Maringá, Londrina e Cascavel, faltam até delegados em unidades especializadas, como delegacia de Trânsito, de Estelionato, do Adolescente e até mesmo de Homicídios. Clique aqui para ver esta matéria sobre a Adepol

Um comentário:

  1. Parabéns pela reportagem Berimbau, aqui em Califórnia não é diferente a anos a delegacia esta sem atendimentos. A população para registrar um B.O ´precisa deslocar-se até a cidade de Marilândia do Sul, e muita das vezes volta de lá sem atendimentos isso é uma vergonha, a policia militar se esforça para atender a cidade com numero pequeno de policiais, muitas das vezes necessita aguardar reforços para atender certas ocorrências.

    ResponderExcluir