segunda-feira, 16 de abril de 2018

BORRAZÓPOLIS - Terrenos baldios na mira da Vigilância em Borrazópolis

Foi ampliado para 30 de abril, o prazo para limpeza dos terrenos sujos no perímetro urbano, mas que não a fizer, poderá ser autuado e multado 
           A equipe da Vigilância Sanitária de Borrazópolis, informou que está em busca dos proprietários de terrenos baldios (sujos) para intimá-los a limpar propriedades urbanas. Os motivos são: as inúmeras reclamações,  a proliferação de animais peçonhentos e há ainda uma preocupação maior, que é com a Dengue, cuja infestação do mosquito já chegou a patamares elevadíssimos em Borrazópolis. Como o intuito não é prejudicar os donos destes imóveis, foi estendido o prazo para efetuar a limpeza, mas todos devem ficar atentos para não serem autuados e multados. Veja o comunicado na íntegra: "A Vigilância Sanitária de Borrazópolis comunica que devido a justificativa de alguns proprietários urbanos, que procuraram o setor, dizendo que está difícil a contratação de mão de obra para limpeza dos terrenos sem construção, foi feita uma reunião interna com setor de combate à dengue e meio ambiente, na qual ficou decidida a prorrogação do prazo para o dia 30 deste de mês de  abril. Ressaltamos que após a nova data, se ainda houver locais com sujeira, será feito o encaminhamento ao MP - Ministério Público de Faxinal, o qual será informado do nome, endereço e CPF do responsável", informou o enfermeiro Alexandro, que faz parte da equipe da Vigilância Sanitária. Ainda segundo informações, as autuações com multa e outras imputações, estão previstas na lei municipal 791/2007; na Lei 13331/2001 do código de saúde do Paraná; na Resolução SESA 029/2011 e ainda na lei 983/2011 do código de postura do município.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário