sábado, 14 de abril de 2018

MARILÂNDIA - Confusão envolvendo servidor público termina na PM

                  Em  Marilândia do Sul,  no dia 13 de abril, de 2018,  um operador da patrola da prefeitura, disse que foi ameaçado de morte. Ele procurou a Polícia Militar e registrou o Boletim. O motivo da ameaça, não foi informado pela PM. Veja o boletim, na íntegra, registrado pela PM: "Por volta das 08h45, de 13 de abril, de 2018,  fomos acionados pelo funcionário  Paulo, informando que estava sendo ameaçado por um tal de Rafael.  Disse que há dias vem ocorrendo uma situação difícil com o acusado, e que neste dia, antes de começar o trabalho, Rafael foi ao pátio e conversou com outros funcionários, dizendo que iria resolver tudo na bala. Paulo chegou para o trabalho, pegou a  uma moto niveladora (patrola) para fazer  um serviço, quando estava na rodovia,  entre o Bairro Leão do Norte e Marilândia,  Rafael com uma GM Montana,  passou por ele e na frente parou o veículo. Em seguida Alexandre, outro funcionário  chegou até Paulo e disse que   Rafael poderia estar armado, foi então que Paulo retornou ao pátio, orientado pelo seu chefe e acionou esta equipe policial.   A Pm foi até o Leão do norte  na oficina de Edgar, onde estava a  Montana. Ela  foi revistada  e nada foi encontrado. Rafael, não foi localizado", informou o boletim do Destacamento local.  Uma pessoa que ligou para a nossa reportagem, dizendo ser da parte de Rafael; a qual afirmou que ele, Rafael,  nega que tenha ameaçado alguém ou que possui arma. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário