terça-feira, 15 de maio de 2018

CRUZMALTINA - Temporal de menos de três minutos causou estragos

No link de vídeo, ouça entrevista com o professor Samuel, da Escola Padre Gualter Farias 
              Em tempo de seca, em que os agricultores estão rezando para que a chuva chegue o mais rápido possível, para amenizar os problemas no campo, na cidade de Cruzmaltina, mesmo com a previsão de chover apenas 05 milímetros e 80% de probabilidade, um espécie de temporal que durou menos de cinco minutos, causou estragos na cidade. Ao vivo, o repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", falou com o professor Samuel, da Escola Padre Gualter Fárias Negrão. Ele disse que os alunos ficaram assutados, alguns chorando porque o vento foi muito forte. Ainda, segundo ele, telhas foram arrancadas e alguns paredes sofreram rachaduras, mas ninguém se feriu. Também relatou o depoimento de um aluno, que afirmou que na sua casa, o telhado da residência foi praticamente arrancado. Pela cidade, galhos ficaram jogados, alguns danos em prédios comerciais e população assustada. "Foi tipo um ciclone, um redemoinhos que girava tudo e era possível observar isto nos objetos", disse um morador.  Além de Cruzmaltina, em Faxinal, também ventou forte. Apesar dos relatos, não há informações de feridos. A prefeita Luciana Bueno, estava em Curitiba. Ela falou da preocupação, mas tranquilizou dizendo que, a princípio, foram apenas danos.  (Colaborou - Andreia Medrado; Eloir Ribas; Marilson Correia, Carlinhos e José Adriano) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário