quinta-feira, 10 de maio de 2018

EXCLUSIVO - Delegado de Ivaiporã fala da tragédia que matou seis jovens

                DETALHES DA TRAGÉDIA              
Dr. Gustavo Dante de Ivaiporã  revela a versão do motorista do caminhão envolvido no acidente que matou seis motociclistas. Ele se diz inocente 
No vídeo, além de entrevista com o Delegado, tem imagens exclusivas do velório coletivo de seis jovens 
      Ouça no link de vídeo, uma entrevista especial e exclusiva concedida pelo Delegado Dr. Gustavo Dante da Silva, de Ivaiporã. Ele falou sobre o depoimento do motorista Odorico da Silva, de 69 anos, que conduzia um caminhão Ford Cargo, de Blumenau - SC, e se envolveu em acidente que resultou na morte de seis motociclistas de Ivaiporã, próximo ao trevo da Placa Luar, entre Jardim Alegre e Lunardelli, na noite de 09 de maio, de 2018. A primeira impressão que se tem, é que o condutor do caminhão invadiu a pista contrária e provocou a tragédia, mas Odorico afirmou que ao entrar em um reta da PR 082, deparou com moto vindo na contra mão; também afirma que os primeiros impactos foram quando o caminhão ainda estava na pista correta, e que só depois invadiu a outra via. Também em entrevista ao Berimbau, o Tenente Kenzo, da Polícia Rodoviário, que estava no Porto Ubá, afirmou que um dos motociclista que sobreviveu, relatou que o caminhão trafegava sim na contra mão.   Já em  entrevista ao Jornal Tribuna do Norte, um dos sobreviventes, que estava na garupa de uma das motos, relatou que o caminhão fazia ultrapassagem de uma carreta quando atingiu o grupo. “O caminhão entrou na nossa frente, invadiu a faixa continua, não deu tempo para nada. O Renan e o Juan foi que bateram primeiro, o Felipe e a Aline por segundo, os outros eu não vi. Só lembro eu caído no chão ao lado do Felipe (Dias). Só espero que a justiça seja feita”, relatou Felipe Bloemer da Silva, a Tribuna. "A Polícia Civil não vai agir com com a emoção do momento, mas sim com a razão. Ao final do inquérito, se apontarmos que o motorista do caminhão é culpado, ele vai ser pronunciado, mas precisamos ter certeza disso", afirmou dante. Outro detalhe importante, é que há uma frenagem forte na pista do caminhoneiro, o que indica que ele tentou parar o caminhão ao perceber algo, e só depois foi para a contrária, o que pode realmente atestar que ele não ultrapassava outro carro. "Não podemos tirar conclusões antecipadas, por isso, apreendemos o tacógrafo; registramos imagens da cena do acidente, vamos ouvir os motociclistas feridos e tomar todas as providências", finalizou Dante. Na batida morreram: Joan Pablo Nogueira, de 19 anos; Felipe Roger Mendonça, 26 anos; a mulher de Felipe Mendonça que estava em sua garupa e foi identificada por Aline Gomes de Oliveira, 22 anos; Matheu Sathler Ramos, de 20 anos; Felipe Dias dos Santos, de 25 anos; e Renan Cesar Silvestre Basniack, de 20 anos. Clique aqui para rever matéria do acidente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário