quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

APUCARANA - CRIME MACABRO

Homem é acusado de cometer todos os crimes que constam na lei Maria da Penha, contra a própria mulher.  Entre eles: estrupo; introdução de objetos nas partes íntimas; agressão e outros 
No link de vídeo, ouça o relato impressionante que a Delegada, Dra. Luana, fez a Rádio Nova Am, em entrevista ao repórter Rodrigo Almeida  
       Em Apucarana, o Delegado Dr.  José Aparecido Jacovós, e a Delegada, Dra. Luana, anunciaram  a prisão e apresentaram a imprensa, o  Cleberson da Silva Campos, morador do Núcleo João Paulo,  acusado de abusar da própria mulher. O caso chocou até mesmo a Polícia. "Ele foi preso porque tinha um relacionamento com a esposa, desde de 2017, e, neste período, até janeiro, de 2018, conseguiu cometer todos os crimes que constam na lei Marinha da Penha, como: agressão física; agressão sexual, obrigando a mulher a manter relação anal e até inserir objetos nas partes íntimas, sendo filmada; violência psicológica e outras atrocidades", disse a Delegada. Ainda segundo a Policial, a mulher está gravida de quatro meses  e era obrigada a tomar chá abortivo, trabalhar e,  entregar para o acusado,  todo dinheiro,  como se fosse escrava. Também foi apurado que a vítima tinha cortes pelo corpo e que chegou a ser agredida, até com uma espumadeira de de manusear alimentos, provocando um corte profundo em sua cabeça,   e outros objetos. Outra constatação, é que a mulher sofre de Síndrome de Estocolmo ou síndroma de Estocolomo (Stockholmssyndromet em sueco), que é o nome normalmente dado a um estado psicológico particular em que uma pessoa, submetida a um tempo prolongado de intimidação, passa a ter simpatia e até mesmo sentimento de amor ou amizade perante o seu agressor. "Ele atacou tanto o seu psicológico, que ela ainda gosta de dele ou criou uma dependência do agressor, sendo submissa ao marido", salientou Dr.a Luana.  Em seu depoimento, ele teria deixando transparecer, segundo a da Delegada, que a mulher era um lixo, não sabia fazer nada e merecia a vida que levada ao seu lado, se é que isso poder ser chamado de vida.  Todas as providências foram tomadas e o acusado, que nega a prática dos crimes e se diz inocente, será denunciado pelos crimes que a ele são imputados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário