segunda-feira, 2 de julho de 2018

JARDIM ALEGRE - Homem tem a dentadura arrancada durante agressão


Imagens revelaram manchas de sangue no local, após confusão que deixou um homem ferido. A vítima também recebeu voz de prisão por porte ilegal de arma de fogo 
 Na noite de 02 de julho, nossa equipe de reportagem conseguiu mais detalhes sobre a agressão que aconteceu em Jardim Alegre, na Praça Tadeu Zienski, da Igreja Matriz, onde até o agredido, de nome Divo Prestes de Souza, um senhor, também recebeu voz de prisão por declarar que uma arma apreendida era de sua propriedade. Graças a ação rápida dos soldados Machado e Athayde, imediatamente as providência foram tomadas e o caso esclarecido. As agressões chamaram atenção, porque ficaram machas de sangue pelo chão e até a dentadura da vítima. O outro detido, foi Marcelo Reis Farias, acusado de promover agressões contra Divo. "Quando nossa equipe chegou ao local, deparamos com o Marcelo, que estava entrando em uma caminhoneta. Ao receber voz de abordagem, ele saiu com uma arma na mão, descarregada e colocou em cima da carroceria. Então foi contido e recebeu voz de prisão. Já Divo, estava sentado na calçada e sagrando. Ele foi socorrido por uma ambulância do município, e no Hospital, declarou que arma que estava em poder de Marcelo, pertencia a ele, da qual não possuía registro, sendo que no momento da confusão, Marcelo a tomou", informou o Boletim da PM. Diante dos fatos, ambos receberam voz de prisão e o caso foi levado para a Delegacia. Após nossa reportagem publicar a matéria, várias pessoas enviaram mensagens defendendo Marcelo e afirmando que ele agiu apenas em legítima defesa. As mensagem também acusam a vítima, Divo, de ser uma pessoa agressiva e de já ter ameaçado várias pessoas, inclusive crianças. Todas as informações estão sendo apuradas e foram repassadas as autoridades. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário