quinta-feira, 30 de março de 2017

IVAIPORÃ – Dois homens foram detidos acusados de estupro

Ilustrativa 
No Jardim Guanabara II  mulher desmaiou, momento que apareceu um homem e começou passar as mãos em suas partes íntimas. Houve ainda o caso de peladão que correu atrás de duas adolescentes e uma mulher raptada pelo ex-namorado
Duas situações de estupro foram registradas na cidade de Ivaiporã. O primeiro foi a prisão de um homem de 50 anos, na manhã de 29 de março, na Rua Ceará, no Jardim Guanabara II. A vítima é uma Adolescente, 17 anos. Ela relatou que estava caminhando quando passou mal vindo a desmaiar, e que uma pessoa que passava pelo local, aproveitando da situação, começou a passar as mãos nas partes íntimas (seios) e nas pernas da mesma, momento em que chegou seu amásio e presenciou o fato, sendo que em seguida o indivíduo evadiu-se. De posse das características o autor foi localizado e reconhecido. Identificado por Arildo L. M., Ele negou o crime, mas foi levado para a Delegacia. OUTRO CASO – O segundo caso, foi às 20 horas, de 29 de março, na Rodovia Municipal Celso Fumio Makita, que da acesso secundário a Ivaiporã. Novamente a vítima foi uma menor de 17 anos, e o detido, de 26 anos. Segundo informações, um indivíduo sem roupas estaria correndo pela via. Chegando ao local, a PM fez contato com a solicitante que passou a informar que estava transitando juntamente com sua irmã, quando um indivíduo sem roupas saiu do matagal, próximo a pista, e começou a assoviar e chamar as adolescentes. As mesmas saíram correndo e foram seguidas por aproximadamente 20 metros, mas desistiu ao perceber a aproximação de um carro, voltando para o mato. A equipe Policial localizou o acusado sem roupas, escondido em um buraco ao lado da via. A PM não soube informar quem era exatamente o rapaz ou se ele tem algum transtorno psicológico. Foi divulgado apenas que seria um tal de "Nilson". SEQUESTRO – Na Rua Ceará, no dia 29 de março, R. Ceara, uma mulher contou que sua irmã tinha sido agredida por um ex-namorado. No local, em contato com ela, a mesma informou que além da agressão, a vítima foi levada, contra a vontade, em um Voyage de cor branca, para um estrada próxima a chácara do galpão crioulo. Equipe da PM foi até o referido endereço que é conhecida como "Estrada do Pirolo" e próximo a chácara Ranho Alegre, encontrou a vítima e seu ex-namorado. A mesma informou a equipe que foi levada contra sua vontade da casa de sua irmã, mas só queria ir embora e não manifestou interesse em representar contra o autor. O acusado negou o crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário