sexta-feira, 12 de maio de 2017

PORTO UBÁ - Polícia Rodoviária no Movimento Maio Amarelo

O Sargento Paulo Geremias Irmani, comandante do Posto Rodoviário de Lidianópolis, realizou evento alusivo ao Movimento Maio Amarelo
ENTREVISTA - Ouça reportagem completa no link de vídeo.  Entrevista com o Sargento Paulo Geremias Irmani
Em entrevista, ao vivo, no informativo da Rádio Nova Era, que fala para todo Vale do Ivaí, e parte da região Central, o Sargento Paulo Geremias Irmani, que comanda o Posto Rodoviário de Ubá do Sul, localizado no Distrito de Porto Ubá, município de Lidianópolis, rodovia PR -466, falou sobre o Movimento Maio Amarelo, no dia 11 de maio, de 2017. Naquele momento, era realizado um evento alusivo a campanha e estavam presentes no local: Thiago, Secretário Municipal de Saúde e outros servidores da Secretaria. Também o prefeito Adauto Mandu e a equipe da "Patrulha Ambiental do Vale do Ivaí", composta por pescadores voluntários com o proposito de cuidar do meio ambiente, em especial do Rio Ivaí. Foram feitos: testes de glicemia; aferição de pressão arterial; orientações aos motoristas que passavam no local e ainda panfletagem com folders que traziam o seguinte temas: "Dez regras da segurança no trânsito". No link de vídeo, é possível ouvir entrevista com Irmani comentado sobre alguns número impressionantes, entres eles, dados da Secretaria de Estado da Saúde que mostram que, em 2016, o Paraná registrou 9.306 internações na rede pública de saúde, decorrentes de acidentes de trânsito. Foram 2.692 mortes. No mesmo período, o Detran-Pr registrou que 61.200 veículos se envolveram em acidentes de trânsito com vítimas no Estado. No ano passado, o custo com internações por acidentes de trânsito ultrapassou R$ 12,7 milhões. Os índices são referentes à primeira entrada no hospital e não consideram necessidades futuras, como próteses ou tratamentos prolongados. Uma das maiores causas dos acidentes é a falha humana. O descuido, o excesso de velocidade e confiança e os exageros na mistura de álcool e direção fazem com que o comportamento social seja um dos principais fatores deste problema. SOBRE O MAIO AMARELO - O Movimento Maio Amarelo nasce com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas. Vale ressaltar que o Maio Amarelo, como o próprio nome traduz, é um movimento, uma ação, não uma campanha; ou seja, cada cidadão, entidade ou empresa pode utilizar o laço do “Maio Amarelo” em suas ações de conscientização tanto no mês de maio, quanto, na medida do possível, durante o ano inteiro. 
REDUÇÃO DE ACIDENTES
Operações especiais e o trabalho dedicado dos Patrulheiros Rodoviários do Porto Ubá, tem reduzindo os acidentes a cada ano 

O Sargento Paulo Geremias Irmani, ainda falou sobre algumas operações como: Páscoa, Tiradentes e Primeiro de Maio, onde graças as operações, ações extras, patrulhamento das rodovias e outras iniciativas, foi possível a redução significativa do número de acidentes, feridos e motos, a exemplo do que vem ocorrendo todos os anos quando o comparativo é realizado. Na Operação "Tiradentes", por exemplo, que aconteceu entre os dias 20 e 24 de abril, de 2017,  foram 20 acidentes, contra 36 em 2016. Já os feridos, caíram de 35 para apenas sete. No ano passado ocorreu uma morte, e em 2017, ninguém morreu. 

        CONDECORADO     
Sargento Paulo Geremias Irmani recebeu o prêmio de Personalidades Empreendedoras do Paraná

Nossa reportagem ainda recebeu informações que no mês de maio, de 2017, o Sargento Paulo Geremias Irmani, foi um dos cidadãos a receber homenagem na Assembleia Legislativa do Paraná, na 23ª edição da sessão solene para a entrega do Prêmio: Personalidades Empreendedoras do Paraná. A honraria é uma forma de reconhecimento aos relevantes trabalhos prestados em prol da sociedade paranaense. "Este prêmio eu divido com todos os nossos colegas de trabalho e com todas as pessoas que buscando uma rodovia mais segura. Eu acredito que tudo que fazemos, é nossa obrigação e não merecemos méritos por isso, mas o reconhecimento é importante porque significa que estamos no caminho certo", disse Irmani. Afirmou ainda que há profissões, como os Policiais Rodoviários, que o trabalho é uma missão, onde os Patrulheiros buscam salvar vidas e despertar uma concepção de que é preciso evitar as imprudências e tantas outras atitudes que podem resultar em tragédias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário