sexta-feira, 29 de setembro de 2017

IVAIPORÃ - Adolescente é alvo de disparos na cidade de Ivaiporã

                            MAIS DETALHES                    
Após o excelente trabalho da Polícia Militar, o Delegado Dr Gustavo Dante começou a investigar os elementos que vieram a Ivaiporã matar uma jovem, mas vitimaram a pessoa errada


  O Delegado Dr. Gustavo Dante instaurou inquérito para investigar os dois elementos de Campo Mourão: Pedro Guilherme Castilho, 21 anos (Atirador), e Vilmar Cesar Cavalheiro, 42 anos (Motorista); um deles, o Pedro, contratado por três mil reais para matar uma jovem de nome Brunielly. O problema é que eles atiraram na pessoa errada, uma adolescente de 14 anos. Conforme noticiamo, a vítima, C. L. S., conhecida como "Carol", de 14 anos,  foi alvejada com pelo menos quatro tiros: face, tórax; braço e perna, em Ivaiporã e na manhã desta sexta-feira, dia 29 de setembro, de 2017. Segundo o Capitão Boing, subcomandante da 6ª Companhia da Polícia Militar, por volta das 10:30 horas da manhã, chegaram informações de que uma tentativa de homicídio teria ocorrido próximo a Sanepar. A vítima foi socorrida e levada para o Hospital e Maternidade. A mãe da garota, Graziele, informou que dois meliantes se aproximaram com um carro Tempra, e questionaram se sua filha era Brunielly. A menor disse que não, mas que conhecia a pessoa procurada. Os atiradores deram uma volta com o carro e logo se aproximaram novamente, momento em que dispararam os tiros, acreditando que Carol estivesse mentindo sua identidade verdadeira. Logo em seguida, começaram as buscas e o cerco fechado em toda região, sendo que a equipe de Lidianópolis, com apoio de Ivaiporã, abordou o carro na região da Placa Luar (Distrito de Jardim Alegre. Um deles, o que atirou, disse que recebeu três mil reais de uma pessoa de Ivaiporã, para praticar o crime, mas não quis identificar o mandante e nem a motivação exata. O condutor do carro, também foi contratado por 500 reais, e no porta luvas do veículo estava arma, um revólver calibre .38, da marca Rossi, com 5 munições deflagradas. A jovem ferida, foi hospitalizada e passou por procedimentos cirúrgicos, mais sem risco de perder a vida. AÇÃO RÁPIDA - O que chamou atenção foi a ação rápida da Polícia Militar de Ivaiporã, que tem no Comando o Major Laércio Sagati. Logo que chegaram as primeiras informações, foram apurados detalhes e começou o cerco na região com os Policiais de plantão, entre eles os soldados: Juliano, Mazon, Lucas, Erick, Alailson e Adriano. As prisões contaram com apoio das equipes de Ivaiporã, Lidianópolis e Jardim Alegre. Segundo o Delegado, Dr. Gustavo Dante, com a ação eficiente da PM, ficou fácil apurar o restante dos fatos e chegar ao criminoso que mentalizou o crime por um motivo ainda desconhecido

Um comentário: