sexta-feira, 22 de setembro de 2017

POLICIAL - Arma usada em tentativa de homicídio em São João

Imagem da arma encontrada 
Revólver supostamente utilizado para atirar em uma pessoa no Distrito de Santa Luzia da Alvorada foi localizado
Por volta das 23 horas, de 21 de setembro, a equipe de serviço da PM de São João do Ivaí, foi informada, pela polícia civil, de que próximo a Ponte do Rio Bulha, no Distrito de Santa Luzia, havia uma arma de fogo, sendo que tal informação foi repassada por Lindomar Pereira dos Santos, autor de uma tentativa de homicídio. No local, a equipe localizou um revólver calibre .38 da marca Taurus, com 3 munições intactas e 2 deflagradas. SOBRE O CASO - Conforme noticiamos, um rapaz de nome Lindomar, procurou a Delegacia de São João do Ivaí, acompanhado do seu advogado, para se apresentar no dia 19 de setembro. Ele é acusado de atirar, no dia 16 de setembro, de 2017, às 14h00min, contra a pessoa de Odair Buchi, no Distrito de Santa Luzia. No dia dos fatos, a PM informou que foi acionada para comparecer no Hospital Municipal, para onde a vítima foi socorrida. "Segundo informações, houve uma discussão no bar do Nê, e em meio a briga, o atirador sacou a arma e atirou duas vezes contra o rapaz. Ele foi atingido nas costas e no pescoço. A vítima foi encaminhada para o Hospital Municipal por populares e depois transferida", informou a PM na data do crime. VERSÃO DO ACUSADO - Segundo a Delegada, Dr. Karen Nascimento, o suspeito, Lindomar, afirmou que agiu em legítima defesa, pois estava trafegando de moto, em direção a um açougue, quando foi cercado pelo Odair, que o agrediu. Mesmo assim, continuou seu trajeto até o referido açougue, e quando voltava com a carne que tinha comprado, novamente foi atacado pela vítima, momento em que pegou a arma, que estava na motocicleta, um revólver calibre 38, e atirou. A Polícia Civil, aguarda a vítima receber alta do Hospital, para que ela também seja ouvido no processo e só depois concluir o inquérito. Como a situação de flagrante já havia terminado, Lindomar foi liberado para responder em liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário