sábado, 16 de setembro de 2017

URGENTE - Ladrões assaltam em Apucarana e um morre em Cambira

Os meliantes agiram contra o Posto Gisele, na PR 444 em Apucarana, mas na caça aos bandidos, três foram presos e um tombou morto 

Após assalto, mas também o competente trabalho da Polícia Militar, um bandido morreu e três foram presos. A ocorrência começou em Apucarana no Auto Posto Gisele, na PR 444, em Apucarana, na noite de sexta-feira, dia 15 de setembro, de 2017. Logo após o crime, as equipes do 2º CRPM, 10º Batalhão, Rotam, e plantão formado pelo Cabo "Da Silva", e Soldados Gustavo e Pelosso, começaram diligências. "Recebemos informações que eles haviam fugido para a Estrada Santa Terezinha (Entre Cambira e caixa de São Pedro, zona Rural) quando nos deparamos com um veículo Ônix, roubado no Pátio do Posto, de cor branca em alta velocidade e contrário a viatura. Foi feito o retorno para realizar a abordagem. O condutor parou o veículo e efetuou um disparo de arma de fogo contra a PM e todos correram em direção ao matagal. Na varredura, foram localizados três indivíduos, arma de fogo e simulacro utilizados no assalto", informou o relatório da equipe de serviço que participou a operação e foi enviada do Blog do Berimbau e Rádio Nova. Os presos são: Jhonny Henrique Carvalho, 24 anos, Leandro do Santos de Souza, 18 anos, e um menor de 16 anos. Mas como eram elementos, as buscas continuaram, inclusive, informações apontavam que um rapaz de nome Cleuber Lima da Conceição, de 20 anos, o qual usa tornozeleira, e era um dos integrantes do bando, fugiu, junto com um comparsa, em Gol, carro usado no assalto, o qual o meliante o bateu próximo a empresa Aurora em Mandaguari. Após o acidente, segundo o motorista do segundo carro envolvido, os ocupantes do Gol saíram com arma em punho e correram para uma mata. Equipes da ROTAM e RP de Sarandi, ROTAM e RP de Mandaguari, RP de Marialva, Choque e Choque Canil de Maringá, foram acionadas pelo Batalhão de Apucarana, para ajudar no cerco aos bandidos, fez varredura na referida mata, mas ninguém foi preso. Mais tarde surgiram informações que havia um elemento na saída de Mandaguari, pedindo carona para Jandaia; ele seria Cleuber, que foi identificado durante as buscas e passou a ser monitorado pela tornozeleira eletrônica que estava utilizando: "O monitoramento apontou que o meliante estava em Jandaia do Sul; as equipes foram para o local, mas  o acusado já havia deslocado para Cambira; quando chegamos em Cambira, o mesmo foi localizado em uma Praça. Foi dada a ordem de abordagem, mas ele não acatou e puxou a arma; devido a injusta tentativa de agressão, os policiais revidaram, sendo o Cleuber atingindo fatalmente", informou o Boletim divulgado pela PM. Também foi apurado que o Gol usado no crime, estava em nome o rapaz que morreu  no confronto.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário