quinta-feira, 26 de outubro de 2017

MOMENTO COAMO - FEBRE AFTOSA

A Rádio Nova Era apresenta toda quinta-feira, o momento Coamo. No dia 26 de outubro, o tema foi Febre Aftosa. Ouça no link de vídeo  
ENTREVISTA - Ouça  no link de vídeo: Sandro Alex e o veterinário Fábio A. Guimarães Pinto, da coamo, são os entrevistados 
          Começa em novembro, de 2017, a vacinação contra a Febre Aftosa no Paraná. Por isso, no dia 26 de outubro, de 2017, dentro do quadro “Momento Coamo”, apresentado pela Rádio Nova Era/ Vale do Ivaí (Região de Ivaiporã), com apoio do entreposto de Cruzmaltina/ Borrazópolis, gerente Waldeci Schinemann, o repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", entrevistou o Sandro Alex, do departamento de vendas da Cooperativa, e o médico veterinário Fábio Adriano Guimarães Pinto, também da Coamo. Ambos falaram sobre a forma correta e eficiente para aplicar a dose da vacina, medidas que o produtores devem adotar para vacinar e comprovar, e ainda sobre o preço especial, promocional e condições de pagamento para os cooperados na compra de vacinas ou de outros produtos veterinários para o rebanho. Os descontos podem chegar a 15%, oportunidade única a disposição dos agricultores. No link de vídeo, ouça a entrevista e lembramos que o  "Momento Coamo" é apresentado dentro do informativo da Rádio Nova Era, entre às 11:30 e às 13:00 horas. SOBRE AFTOSA - O Paraná ainda é uma Área Livre de Febre Aftosa com vacinação, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde Animal – OIE. Encontram-se nesta mesma condição sanitária outros 23 estados e o Distrito Federal. A luta é que em 2018, a vacinação possa não ser mais obrigatória. Na Campanha, que começa em novembro, é adotada a estratégia de vacinação semestral de animais com até 24 meses de idade e vacinação anual de animais com mais de 24 meses. Assim, as campanhas de vacinação têm o seguinte esquema de imunização: Etapa de maio: são vacinados apenas bovinos e búfalos com até 24 meses de idade; Etapa de novembro: vacinação de todos os bovinos e búfalos, de qualquer idade. Com esta estratégia, os animais com até 24 meses são vacinados duas vezes ao ano e os acima de 24 meses, apenas uma vez. A vacinação e sua comprovação são obrigatórias. A comprovação deve ser feita até o dia 30 de novembro nas Unidades Locais de Sanidade Agropecuária da ADAPAR ou pela internet acessando a página da ADAPAR (www.adapar.pr.gov.br). É obrigatório vacinar todos os bovinos e búfalos, incluindo os bezerros com poucos dias de vida O produtor deve comprar a vacina e obter a Nota Fiscal de compra e o Comprovante de Vacinação e Atualização Cadastral. Para saber mais, veja no site da adapar - Clique AQUI 

Nenhum comentário:

Postar um comentário