05/03/2021

MARILÂNDIA - Prefeito Aquiles fala sobre obras, programas e da pandemia

    O prefeito Aquiles Takeda, de Marilândia do Sul, em entrevista, falou sobre vários temas, entre eles, deste início de segundo mandato, onde há várias preocupações, entre elas: enfrentamento ao Covid-19; a busca de recursos, para que o município possa continuar o mesmo ritmo dos seus primeiros quatro anos, ou seja, com muitas obras e realizações e também agradeceu a parceira com deputados, que tem colaborado com o município, entre eles o deputado estadual Artagão Junior.   "Geralmente quando o prefeito é reeleito, muito acreditam que haverá uma acomodação, porque o gestor não pode  mais concorrer a reeleição. No nosso coso, já está sendo o contrário, vamos trabalhar muito mais e fazer deste, um mandato melhor do que foi o primeiro", disse o prefeito. Ouça entrevista completa no link de vídeo.  PANDEMIA -  
 Sobre pandemia, recentemente a assessoria do prefeito informou que uma equipe de fiscalização das medidas de enfrentamento, foi criada no ano passado, quando o Paraná confirmava os primeiros casos de coronavírus, desde então, tem atuado em Marilândia do Sul para garantir que todas as recomendações dos órgãos de saúde sejam cumpridas. Ocorre que, com o agravamento, e a sobrecarga no sistema de saúde regional, a Prefeitura, seguindo recomendações do Governo Estadual e da Secretaria de Saúde, ampliou os serviços de fiscalização na cidade, dobrando a quantidade de servidores nesta função. Agora são dois turnos de atuação dos agentes. As duas primeiras equipes, com dois agentes em cada, iniciam os trabalhos logo pela manhã, sempre utilizando veículos da frota municipal, turno que se encerra às 17 horas, momento em que uma terceira equipe começa a atuar em um expediente que segue ao longo da noite, para que inclusive, o toque de recolher seja cumprido. Os moradores também podem fazer denúncias diretamente para a Polícia Militar, através do telefone 190. Festas clandestinas, eventos não autorizados e outros tipos de aglomerações precisam ser coibidos, segundo o decreto do Governo Estadual, publicado na sexta-feira (26/02), que busca evitar um colapso no sistema de saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA