Páginas




 


23/03/2022

BRASÍLIA - Bolsonaro sanciona lei para remédios com indicação diferente da Anvisa

    O presidente Jair Bolsonaro (PL), sancionou nesta terça-feira (22 de março) o projeto de lei que permite ao SUS (Sistema Único de Saúde) receitar e aplicar remédios com indicação de uso diferente da aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).  Segundo a reportagem, que é do Portal R7, a mudança vale apenas se a indicação de uso diferente for recomendada pela Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS). De acordo com o texto, devem ficar "demonstradas evidências científicas sobre eficácia, efetividade e segurança do medicamento para o novo uso", com padronização em protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde. O projeto original foi aprovado pelo Senado em abril de 2021 e na Câmara em fevereiro de 2022. O texto sancionado está publicado no Diário Oficial da União. A partir de agora, está liberado o uso de medicamentos ou produtos recomendados pela comissão e comprados por meio de organismos multilaterais internacionais, como a Opas (Organização Pan-Americana de Saúde). Eles podem ser usados em programas de saúde pública do Ministério da Saúde e de entidades vinculadas. A adoção do medicamento ou do procedimento pelo SUS depende de avaliação econômica. Ou seja, a tecnologia precisa demonstrar benefícios e custos economicamente comparáveis aos de outras terapêuticas já incorporadas. Segundo o projeto, as metodologias empregadas devem ser amplamente divulgadas, inclusive em relação aos parâmetros de custo-efetividade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...