Páginas




 


08/03/2022

IVAIPORÃ - Prefeitura celebra Dia Internacional da Mulher com música e palestra

Neste dia 8 de março – Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Ivaiporã celebrou a data no salão da Paróquia Santíssima Mãe de Deus, especialmente decorado pelo Departamento Municipal de Cultura, para receber centenas de mulheres do município. As mulheres foram recepcionadas pelos cantores Diou Carlos e Julianna Fagundes, que cantaram repertório variado e os parabéns para as mulheres – seguidos da palestra sobre Direitos da Mulher, ministrada pela delegada da Polícia Civil de Ivaiporã, Magda Hofstaetter. A diretora do Departamento Municipal de Cultura, Luciane Baggio, afirmou que foi um prazer retomar as atividades culturais e um desafio – especialmente após o pico de casos de coronavírus (Covid-19) pelo qual o país passou em janeiro e fevereiro. “Iniciamos a organização, há 30 dias, para homenagear as mulheres de Ivaiporã e dos distritos do Alto Porã, Jacutinga e Santa Bárbara”, comentou Luciane Baggio. Segundo a presidente da Câmara de Vereadores, Gertrudes Bernardy, as mulheres querem ter direitos garantidos e parabenizou o prefeito Carlos Gil por acreditar na capacidade de trabalho e no comprometimento das mulheres. “Por isso, desejamos dias melhores e igualdade perante a sociedade”, defendeu Gertrudes Bernardy. Como forma enaltecer a capacidade feminina na sociedade o prefeito Carlos Gil ofereceu flores e parabenizou o 1º escalão da Prefeitura – cuja maioria é liderada por mulheres, e citou, como exemplos, a presidente da Câmara de Vereadores, Gertrudes Bernardy, delegada da Polícia Civil, Magda Hofstaetter, e a juíza de Direito, Adriana Marques dos Santos. “Quem manda em Ivaiporã? As mulheres! É uma satisfação trabalhar com elas, porque buscam o melhor em prol da população”, afirmou Carlos Gil. Em seguida, o prefeito dirigiu uma mensagem especial em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Sobre os Direitos da Mulher, a delegada Magda Hofstaetter mencionou as conquistas femininas e focou os tipos de violência sofrida pelas mulheres. “É necessário haver uma mudança cultural na sociedade, porque homens e mulheres são iguais. Mas a educação deve ser iniciada com as crianças e sem diferenciar meninos e meninas. Afinal, os meninos podem demonstrar emoções e as meninas podem ser o que quiserem na sociedade”, resumiu Magda Hofstaetter. No final do evento o Departamento Municipal de Cultura ofereceu um lanche a cada mulher e agradeceu pela presença. Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã - Lúcia Lima






Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...