quinta-feira, 16 de novembro de 2017

LUNARDELLI - Cidade pode ter mais de dois mil títulos cancelados

Segundo o chefe do Cartório Eleitoral da Comarca de São João do Ivaí, Lunardelli é a cidade que está mais lenta no cadastramento biométrico 
ENTREVISTA - No link de vídeo, ouça entrevista com Juliano Junior Silveira, chefe do Cartório Eleitoral de São João do Ivaí   
          Antes do feriado de 15 de Novembro, de 2017, o Juliano Junior Silveira, chefe do Cartório Eleitoral, da Comarca de São João do Ivaí, concedeu entrevista a Rádio Nova Era e Blog do Berimbau. Ele alertou que está encerrando o prazo para o cadastramento biométrico na Comarca (Até 15 de dezembro), e a cidade de Lunardelli, era a que estava com  o menor comparecimento. "Se continuar assim, Lunardelli terá dois mil títulos cancelados e esta é a nossa preocupação. Nesta reta final  atendemos nos feriados, dando oportunidades para que todos possam se cadastrar e evitar este transtorno", disse Juliano. Até o dia 13 de novembro, cerca de dois mil eleitores estavam na eminência de sofrer o cancelamento de seus títulos. Dos três municípios, da Comarca, Godoy Moreira era o campeão de comparecimento. Juliano alerta que as pessoas que não o fizerem, terão, além de seus títulos cancelados, o bloqueio do CPF, documento  que impede acesso a benefícios como: aposentadoria, Bolsa Família, tirar passaporte, não assumir cargos públicos, entre outras situações. O cadastramento biométrico dos eleitores de São João do Ivaí, Lunardelli e Godoy Moreira começou no dia 02 de outubro, de 2017. Segundo a juíza da comarca, Andréa de Oliveira Lima Zimatha, a biometria é um sistema mais seguro que dará ainda mais credibilidade ao processo eleitoral. Para fazer a biometria, é necessário que o eleitor leve documento de identificação oficial com foto, comprovante de residência recente em seu nome e comprovante de alistamento militar – para os homens maiores de 18 anos e que vão fazer o primeiro título.

Nenhum comentário:

Postar um comentário