terça-feira, 21 de novembro de 2017

ORTIGUEIRA - Dois brutais assassinatos registrados em Ortigueira

      HOMEM MATA DUAS MULHERES        
Família foi atacada com marretadas e facadas em Ortigueira. A mulher foi morta na frente da filha de 11 anos, que teria sido abusada. Ao procurar o assassino, mais um corpo foi encontrado
Imagem divulgada com sendo do suposto criminoso 
     Conforme noticiamos na manhã desta terça-feira, dia 21 de novembro, de 2017, na cidade de Ortigueira, dois brutais assassinatos foram registrados. No primeiro, o sanguinário matou a ex-mulher, Maria Jovelina da Silva, de 42 anos, caso que só foi descoberto, depois que ele invadiu a casa do cunhado e matou a mulher dele, de nome Roseli Machado de Lima, com facadas e possivelmente uma marreta. Tudo começou a ser registrado quando o marido de Maria Jovelina ligou para a Pm, às 05 horas da manhã, informando que por volta das 18 horas, de 20 de novembro, chegou em sua residência e atingido, na cabeça, com um golpe de marreta. Em seguida, foi levado para um dos cômodos onde passou à noite amarrado, cujo criminoso foi seu próprio cunhado. Somente na madrugada seguinte, conseguiu se libertar, momento em que visualizou sua esposa morta com vários golpes de faca e marretadas. Ela estava caída em cima de uma cama, com parte do corpo no chão. A filha, menor de 11 anos, testemunha ocular e vítima da tragédia, afirmou que estava em casa com sua mãe quando o autor chegou e pediu dinheiro, como ela negou, o rapaz a atingiu com vários golpes de faca na região do pescoço e do tórax. Em seguida, ele se dirigiu ao quarto da menor e passou a abusar sexualmente da criança. Foi neste momento que o pai chegou e foi entrando na casa, mas foi agredido com uma marretada na cabeça. Os feridos foram levados para o Hospital e a Polícia Civil, juntamente com a Funerária Tamoyo e o IML, foram acionados para tomar as devidas providências em relação ao corpo. "Após receber estas informações, fomos até a casa do assassino, que deveria estar morando nos fundos da residência de sua ex-mulher, a Maria Jovelina. Vizinhos relataram que desde sábado, dia 18 de novembro, ele havia saído e desconfiavam que algo grave teria ocorrido, pelo odor que exalava do local. Ao entrar no imóvel, foi encontrado, envolto em lençóis, a ex-amásia do criminoso, também morta com requintes de crueldade. Novamente foi acionada a Polícia Civil, sendo que durante patrulhamento, o homicida foi encontrado em uma Rua do Jardim Alvorada", informou a PM a Rádio Nova Era e Blog do Berimbau.

Um comentário:

  1. porque não mostram a cara do vagabundo não devem esconder isso que da raiva.

    ResponderExcluir